Busca avançada
Ano de início
Entree

Associação entre polimorfismo no gene PPARG2 e a composição corporal de pacientes obesos após derivação gástrica em Y de Roux

Processo: 13/17480-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de maio de 2014
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2014
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Nutrição
Pesquisador responsável:Carla Barbosa Nonino
Beneficiário:Ana Paula Rus Perez de Oliveira
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Composição corporal   Cirurgia bariátrica   Obesidade   Nutrigenômica

Resumo

O número de indivíduos obesos tem apresentado grande aumento nos último anos em todo o mundo. Neste contexto, a cirurgia bariátrica é um dos procedimentos mais utilizados para a perda de peso. A derivação gástrica com Y de Roux (DGYR) que consiste em uma readaptação da capacidade gástrica e intestinal do paciente, provocando alterações na ingestão e absorção alimentar, é o procedimento considerado padrão-ouro pelo cirurgiões. No período pós cirúrgico, um dos grandes desafios é a estabilização do peso a longo prazo, uma vez que muitos tornam a ganhar peso no pós operatório tardio. Atualmente, muitos estudos são feitos em busca do entendimento da complexidade da obesidade e das interações entre os genes e ambiente para que, com a identificação dos polimorfismos, seja identificada e melhor compreendida a influência genética na alimentação e na resposta metabólica. Diversos possíveis genes associados à obesidade hoje são estudados e são apontados como preditores do ganho ponderal e distribuição da gordura corporal, estando associado a medidas de circunferência abdominal, massa gorda e doenças associadas. O gene PPARG2 participa da regulação da adipogênese, transporte de ácidos graxos, metabolismo da glicose e de lipídios, apresentando grande influência na obesidade e podendo estar associado as variações individuais das alterações na composição corporal após a cirurgia bariátrica. Desta maneira, pretende-se analisar a influência do polimorfismo Pro12Ala no gene PPARG2 e as modificações na composição corporal e no lipidograma de pacientes obesos após 12 meses de cirurgia. Com os resultados obtidos, poderão ser ampliados os cuidados com os pacientes no pós operatório de cirurgia bariátrica, no tratamento da obesidade e até mesmo na prevenção da obesidade.