Busca avançada
Ano de início
Entree

Para ver e ouvir: a música de André Abujamra no cinema brasileiro

Processo: 14/04399-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2014
Vigência (Término): 06 de março de 2016
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Artes - Cinema
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Eduardo Vicente
Beneficiário:Geórgia Cynara Coelho de Souza Santana
Instituição-sede: Escola de Comunicações e Artes (ECA). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Música   Trilha sonora de filmes

Resumo

O presente projeto de pesquisa visa investigar a contribuição musical do compositor, instrumentista, ator e artista multimídia André Abujamra ao cinema brasileiro, no que tange à composição de trilhas sonoras e à articulação destas com os filmes a que se dirigem. Pretende-se abordar o percurso musical do artista no cinema nacional, buscando a relação entre seu processo criativo, diversidade de referências musicais e atuação multifacetada no campo das artes para verificar as características de sua assinatura musical cinematográfica. Busca-se o exercício da possibilidade de uma análise fílmica a partir de uma "audição sinestésica" das obras cinematográficas e dos conceitos de polifonia audiovisual, tempo, movimento, musicalidade, harmonia, ritmo e outros pertinentes tanto ao universo sonoro quanto ao cinematográfico. Almeja-se ainda estabelecer as aproximações entre a linguagem musical e a cinematográfica, bem como pontuar as relações extrafílmicas entre a música composta por Abujamra para cinema e o contexto de composição e produção de discos do artista. Parte-se da análise estética e contextual das obras cinematográficas com trilha sonora assinada pelo artista, de sua biografia e das formulações teóricas relacionadas ao som e à música de cinema, presente nas obras de autores como Gorbman (1987), Chion (1993; 1994; 1995), Prendergast (1992), Martin (2003), Carrasco (2003), Costa (2008), Miranda (2009), entre outros. (AU)