Busca avançada
Ano de início
Entree

Narrativas avessas: a História do Brasil na arte contemporânea de mulheres

Processo: 14/04654-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2014
Vigência (Término): 04 de maio de 2016
Área do conhecimento:Ciências Humanas - História - História do Brasil
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Luzia Margareth Rago
Beneficiário:Luana Saturnino Tvardovskas
Instituição-sede: Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Arte contemporânea   Feminismo   Mulheres na arte

Resumo

Essa pesquisa tem por objetivo abordar a poética visual de mulheres na contemporaneidade, analisando como suas obras de arte desconstroem imagens e representações tradicionais acerca da história brasileira, sobretudo por meio de críticas culturais às práticas misóginas, à violência da escravidão e ao colonialismo. Problematizando a produção de Adriana Varejão, artista que nasceu no Rio de Janeiro em 1964, de Ana Miguel, também carioca nascida em 1962 e de Rosana Paulino, artista negra que nasceu em São Paulo, em 1967, observo as relações entre os estudos feministas, a arte e a história, discutindo como esses desdobramentos são repletos de significados políticos e éticos. Tendo em vista que as mulheres foram criadoras silenciadas pelas correntes históricas dominantes, essa pesquisa também responde à emergência de um campo feminista da história da arte que confronta a posição de subalternidade do feminino dentro da cultura ocidental. Por fim, trata-se de pensar, norteados pelos estudos feministas e pelo "pensamento da diferença", sobretudo pelas reflexões de Michel Foucault, Gilles Deleuze e pelos estudos pós-coloniais, em novos olhares sobre o passado do Brasil que desfaçam e desmontem o imaginário patriarcal sobre os corpos femininos - esfera na qual as práticas artísticas atuam de modo surpreendente e revelador. (AU)