Busca avançada
Ano de início
Entree

Atividade do sistema de Monção Sul-Americana no Centro-Oeste do Brasil através de espeleotemas associado a demais registros paleoclimáticos da América do Sul

Processo: 14/10095-1
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 28 de agosto de 2014
Vigência (Término): 27 de novembro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Geologia
Pesquisador responsável:Francisco William da Cruz Junior
Beneficiário:Valdir Felipe Novello
Supervisor no Exterior: Hai Cheng
Instituição-sede: Instituto de Geociências (IGC). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Local de pesquisa : University of Minnesota (U of M), Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:12/03942-4 - Atividade do sistema de Monção Sul-Americana no Centro-Oeste do Brasil através de espeleotemas associado a demais registros paleoclimáticos da América do Sul, BP.DR
Assunto(s):Geoquímica   Mudança climática   Datação

Resumo

O presente projeto visa reconstituir a paleoclimatologia através dos registros isotópicos para o período correspondente as últimas dezenas de milhares de anos, com base no estudo de espeleotemas coletados em cavernas da região Centro - Oeste do Brasil. Nesse contexto, o projeto já conta com amostras preliminarmente datadas e com análise isotópicas de ´13C e ´18O prontas para os últimos ~33 mil anos, dados que mostram um comportamento inédito do paleoambiente do Centro-Oeste, mais precisamente a região do pantanal. Pretende-se investigar com esses novos dados paleoclimáticos as variações regionais e temporais do clima durante a transição do Último Máximo Glacial para o atual interglacial, abrangendo os eventos milenares tais como Young Dryas, Bølling-Allerød, Dansgaard-Oescher e Heinrichs, com enfoque de como as monções de verão respondem as forçantes climáticas como variação de insolação de verão devido ao ciclo de precessão da Terra e mudanças milenares da circulação oceânica, entre outros mecanismos. Os quais podem afetar as condições climáticas no continente, devido a alterações na circulação atmosférica em diversas escalas de tempo na América do Sul e no globo. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.