Busca avançada
Ano de início
Entree

Influência de polimorfismos genéticos nos padrões de colonização e recolonização bacteriana em pacientes com periodontite crônica

Processo: 14/03276-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2014
Vigência (Término): 29 de agosto de 2017
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Periodontia
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Gustavo Pompermaier Garlet
Beneficiário:Ian Franco Cavalla Ruiz
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB). Universidade de São Paulo (USP). Bauru , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):15/18163-9 - Determinantes de susceptibilidade genética comuns entre periodontite crônica e periodontite apical: avaliação de SNP em conjunto com análise bioinformático de dados clínicos, microbiológicos e inmuno/inflamatórios, BE.EP.DR
Assunto(s):Periodontite crônica   Polimorfismo genético   Reação em cadeia da polimerase em tempo real

Resumo

A periodontite possui uma complexa patogênese, envolvendo interações entre múltiplos loci genéticos e diversos agentes infecciosos. Estudos em gêmeos tem sugerido que os fatores genéticos poderiam explicar uma grande proporção da variabilidade de resposta à infecção periodontal. O conhecimento atual indica que as interações dos genes com o meio ambiente seriam a explicação mais provável da variabilidade clínica da periodontite, especificamente a relação entre os microrganismos que colonizam os tecidos subgengivais com o controle genético da resposta à infecção. A exacerbação do número de microrganismos anaeróbios Gram (-) específicos no biofilm subgengival, agrupados em complexos chamados vermelho e laranja tem sido associada a um risco aumentado de sofrer periodontite e com o fracasso do tratamento. Estudos epidemiológicos de associação do genoma completo (GWA, em inglês) têm identificado uma serie de polimorfismos de nucleotídeo simples (SNP, em inglês) que aumentariam o risco de sofrer a infecção por patógenos periodontais do complexo vermelho, laranja e pelo patógeno periodontal A. actinomycetemcomitans. Assim, o objetivo deste projeto é esclarecer o papel dos SNPs nos padrões diferenciais de colonização bacteriana subgengival antes e depois do tratamento periodontal e identificar variações genéticas que aumentem o risco de apresentar um perfil microbiológico associado à doença periodontal. Além disso, será possível correlacionar os SNPs com a resposta dos pacientes ao tratamento periodontal mecânico nos tempos de 6 e 12 meses, considerando a natureza longitudinal de uma parte dos estudos clínicos que serão utilizados. Na abordagem longitudinal serão caracterizados os padrões de colonização bacteriana subgengival de 75 voluntários com periodontite crônica e 50 voluntários saudáveis mediante a técnica DNA-DNA hybridization checkerboard para 40 espécies bacterianas. Complementando os resultados do checkerboard, serão selecionados 12 microrganismos para análise por RealTimePCR de modo a validar os resultados e refinar do ponto de vista quantitativo a análise. Na abordagem transversal, será utilizado um grupo de casos de 197 voluntários com periodontite crônica, 218 voluntários saudáveis e 193 voluntários com gengivite crônica, que representarão o genótipo/fenótipo geneticamente resistente a periodontite. O estabelecimento da correlação entre o genótipo, os parâmetros clínicos e os padrões de colonização e recolonização microbiana subgengival, certamente colaborará para um melhor entendimento dos determinantes de risco individuais, ajudando na identificação de sujeitos de alto risco e servindo como base para o desenvolvimento de novas estratégias de prevenção e tratamento das doenças periodontais. (AU)

Publicações científicas (4)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DE SOUZA, LETICIA CHAVES; CAVALLA, FRANCO; MAILI, LORENA; GARLET, GUSTAVO P.; VIEIRA, ALEXANDRE R.; SILVA, RENATO M.; LETRA, ARIADNE. WNT gene polymorphisms and predisposition to apical periodontitis. SCIENTIFIC REPORTS, v. 9, DEC 12 2019. Citações Web of Science: 0.
COLAVITE, PRISCILA MARIA; CAVALLA, FRANCO; GARLET, THIAGO POMPERMAIER; SORIANI AZEVEDO, MICHELLE DE CAMPOS; MELCHIADES, JESSICA LIMA; CAMPANELLI, ANA PAULA; LETRA, ARIADNE; FAVARO TROMBONE, ANA PAULA; SILVA, RENATO MENEZES; GARLET, GUSTAVO POMPERMAIER. TBX21-1993T/C polymorphism association with Th1 and Th17 response at periapex and with periapical lesions development risk. Journal of Leukocyte Biology, v. 105, n. 3, p. 609-619, MAR 2019. Citações Web of Science: 1.
CAVALLA, FRANCO; BIGUETTI, CLAUDIA C.; DIONISIO, THIAGO J.; AZEVEDO, MICHELLE C. S.; MARTINS, JR., WALTER; SANTOS, CARLOS F.; TROMBONE, ANA PAULA F.; SILVA, RENATO M.; LETRA, ARIADNE; GARLET, GUSTAVO P. CCR5 Delta 32 (rs333) polymorphism is associated with decreased risk of chronic and aggressive periodontitis: A case-control analysis based in disease resistance and susceptibility phenotypes. CYTOKINE, v. 103, p. 142-149, MAR 2018. Citações Web of Science: 5.
CAVALLA, FRANCO; BIGUETTII, CLAUDIA CRISTINA; COLAVITE, PRISCILA MARIA; SILVEIRA, ELCIA VARISE; MARTINS, JR., WALTER; LETRA, ARIADNE; FAVARO TROMBONE, ANA PAULA; SILVA, RENATO MENEZES; GARLET, GUSTAVO POMPERMAIER. TBX21-1993T/C (rs4794067) polymorphism is associated with increased risk of chronic periodontitis and increased T-bet expression in periodontal lesions, but does not significantly impact the IFN-g transcriptional level or the pattern of periodontophatic bacterial infection. VIRULENCE, v. 6, n. 3, SI, p. 293-304, APR 2015. Citações Web of Science: 7.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.