Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização seminal e das alterações hemodinâmicas da próstata e testículos de cães com hiperplasia prostática benigna

Processo: 13/25966-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2014
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Reprodução Animal
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Camila Infantosi Vannucchi
Beneficiário:Daniel de Souza Ramos Angrimani
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):17/04102-3 - Influência da hiperplasia prostática benigna e tratamento com finasterida na integridade espermática de cães, BE.EP.DR
Assunto(s):Cães   Finasterida   Ultrassonografia Doppler   Hiperplasia prostática

Resumo

A hiperplasia prostática benigna (HPB) é uma afecção de alta incidência, tanto na espécie canina como na humana. Todavia, algumas lacunas permanecem não elucidadas a cerca da doença, como por exemplo, a fisiologia hormonal envolvida na etiopatogenia da HPB, ou mesmo a análise criteriosa da hemodinâmica vascular envolvida, que pode fomentar novas ferramentas de diagnóstico precoce. Além disso, a terapia de escolha para tratamento da HPB, em homens e cães, ainda não está totalmente estabelecida perante seu possível efeito colateral, ocasionando certa controvérsia em seu uso em escala clínica reprodutiva. Em face do exposto, o objetivo dessa pesquisa é promover a caracterização das alterações decorrentes da hiperplasia prostática benigna em cães submetidos a diferentes tratamentos, utilizando de recursos como a ultrassonografia Doppler com o intuito de observar as mudanças hemodinâmicas envolvidas em próstata e testículos, a técnica de imunohistoquímica para avaliar a expressão do fator VEGF na próstata acometida e tratada, a histologia para observar possíveis alterações estruturais nos testículos, além de outras técnicas, que tem como objetivo avaliar a fisiopatologia da HPB, como avaliações em nível hormonal, dosando os principais hormônios envolvidos (testosterona, estrógeno e di-hidrotestosterona) e em nível seminal, avaliando o estresse oxidativo envolvido, as enzimas antioxidantes e os parâmetros de qualidade seminal. Desta forma, este trabalho espera contribuir para maiores elucidações quanto aos aspectos fisiológicos, ao diagnóstico clínico e o tratamento de escolha da hiperplasia prostática benigna em homens e cães. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ANGRIMANI, DANIEL S. R.; FRANCISCHINI, MARIA CLAUDIA P.; BRITO, MAIRA M.; VANNUCCHI, CAMILA I. Prostatic hyperplasia: Vascularization, hemodynamic and hormonal analysis of dogs treated with finasteride or orchiectomy. PLoS One, v. 15, n. 6 JUN 25 2020. Citações Web of Science: 0.
ANGRIMANI, D. S. R.; SILVESTRINI, G. R.; BRITO, M. M.; ABREU, R. A.; ALMEIDA, L. L.; VANNUCCHI, I, C. Effects of benign prostatic hyperplasia and finasteride therapy on prostatic blood flow in dogs. Theriogenology, v. 114, p. 103-108, JUL 1 2018. Citações Web of Science: 3.
FLORES, R. B.; ANGRIMANI, D. S. R.; RUI, B. R.; BRITO, M. M.; ABREU, R. A.; VANNUCCHI, C. I. The influence of benign prostatic hyperplasia on sperm morphological features and sperm DNA integrity in dogs. REPRODUCTION IN DOMESTIC ANIMALS, v. 52, n. 2, SI, p. 310-315, APR 2017. Citações Web of Science: 6.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
ANGRIMANI, Daniel de Souza Ramos. Caracterização seminal e das alterações hemodinâmicas da próstata e testículos de cães com hiperplasia prostática benigna. 2018. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.