Busca avançada
Ano de início
Entree

Variabilidade populacional entre populações do ermitão Calcinus tibicen provenientes do Brasil e do Atlântico Norte avaliada por meio de ferramentas morfológicas e moleculares

Processo: 14/10639-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2014
Vigência (Término): 31 de maio de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia
Pesquisador responsável:Fernando Luis Medina Mantelatto
Beneficiário:Silvia Sayuri Mandai
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:10/50188-8 - Crustáceos decápodes: multidisciplinaridade na caracterização da biodiversidade marinha do estado de São Paulo (taxonomia, espermiotaxonomia, biologia molecular e dinâmica populacional) (Biodiversidade Marinha), AP.BTA.TEM
Assunto(s):Genética populacional   Evolução animal   Distribuição animal   Decapoda   Crustacea   Anomuros

Resumo

Estudos sobre variabilidade intraespecífica permitem verificar o efeito de forças microevolutivas sobre populações de uma determinada espécie, melhorando a compreensão acerca dos processos de diferenciação populacional e especiação. Alguns estudos evidenciam elevada divergência genética entre populações de crustáceos decápodes com ampla distribuição geográfica, em particular para aquelas habitantes da costa do Atlântico Ocidental. Assim, indivíduos com ampla distribuição latitudinal nesse ambiente representam ótimos modelos para a análise dessa situação, como é o caso do ermitão Calcinus tibicen. Essa espécie apresenta, ainda, um hiato na distribuição que coincide com a foz do rio Amazonas. O volume de água doce que adentra a costa nessa região altera drasticamente a salinidade, podendo constituir uma grande barreira fisiológica à dispersão das larvas dessa espécie entre as populações do Caribe e do Atlântico Sul. Assim, serão avaliadas variações morfológicas e genéticas entre as populações de Calcinus tibicen provenientes do Brasil e de outras regiões ao longo de sua distribuição. As análises serão feitas por meio de estudos morfológicos em adultos, como também moleculares, utilizando-se os genes mitocondriais 16S e COI. Dessa forma, será possível analisar a amplitude de diferenças entre indivíduos provenientes das populações analisadas, bem como a relação e a distância genética entre eles, e avaliar a porcentagem de variação, verificando o nível de subdivisão genética entre elas e a potencial existência de mais de uma espécie.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MANDAI, SILVIA SAYURI; BURANELLI, RAQUEL CORREA; MANTELATTO, FERNANDO LUIS. Color patterns of the hermit crab Calcinus tibicen (Herbst, 1791) fail to indicate high genetic variation within COI gene. Nauplius, v. 26, MAR 26 2018. Citações Web of Science: 1.
MANDAI, SILVIA SAYURI; BURANELLI, RAQUEL CORREA; SCHUBART, CHRISTOPH D.; MANTELATTO, FERNANDO L. Phylogenetic and phylogeographic inferences based on two DNA markers reveal geographic structure of the orangeclaw hermit crab Calcinus tibicen (Anomura: Diogenidae) in the western Atlantic. MARINE BIOLOGY RESEARCH, v. 14, n. 6, p. 565-580, 2018. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.