Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo estrutural e funcional da co-chaperona SGT de Leishmania braziliensis

Processo: 14/08786-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de julho de 2014
Vigência (Término): 30 de junho de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Química de Macromoléculas
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Julio Cesar Borges
Beneficiário:Amanda Lais de Souza Coto
Instituição-sede: Instituto de Química de São Carlos (IQSC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:12/50161-8 - Estudo da estrutura e função da chaperona Hsp90 com ênfase no seu papel em homeostase celular, AP.TEM
Assunto(s):Chaperonas moleculares   Proteínas de choque térmico HSP90   Leishmania braziliensis

Resumo

As Hsp90 são chaperonas moleculares que se destacam por atuarem em diversos processos celulares tais como a prevenção da agregação proteica, o crescimento e desenvolvimento celular, a estabilização de receptores hormonais, proteínas quinase e de diversas proteínas-clientes, o efeito tamponante contra possíveis mutações, dentre outros. Contudo, para que essas proteínas cumpram eficientemente suas funções, elas devem ser moduladas por co-chaperonas moleculares. A SGT é uma co-chaperona da Hsp90 e da Hsp70 que pode ser dividida em três regiões: domínio N-terminal, domínio TPR e domínio C-terminal, sendo que a região do domínio TPR é a responsável pela interação com as chaperonas moleculares em questão. A SGT pode ser encontrada em vários organismos, dentre eles os protozoários do gênero Leishmania spp.. Estes organismos são responsáveis pela leishmaniose, uma doença negligenciada que afeta milhares de pessoas todos os anos, principalmente em países subdesenvolvidos. Estudos sugerem que em algumas espécies desse protozoário a SGT é essencial para o crescimento e viabilidade da forma promastigota. Sendo assim, nesse projeto propõem-se o estudo estrutural e funcional da co-chaperona SGT de Leishmania braziliensis por meio de técnicas bioquímicas e biofísicas visando elucidar sua função junto à Hsp90 e obter informações funcionais que permitam enriquecer o conhecimento científico acerca dessa proteína ainda pouco estudada. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
COTO, Amanda Lais de Souza. Estudo estrutural e funcional da co-chaperona SGT de Leishmania braziliensis. 2016. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Química de São Carlos São Carlos.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.