Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos da suplementação com carboidrato e glutamina sobre a resposta imune inata e inflamação durante e após exercício na hipóxia

Processo: 14/03237-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2014
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2017
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Nutrição - Bioquímica da Nutrição
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Ronaldo Vagner Thomatieli dos Santos
Beneficiário:Aline Venticinque Caris
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Exercício físico   Imunossupressão   Glutamina   Anóxia

Resumo

Nos últimos 20 anos tem crescido o número de estudos tentando explicar a relação existente entre sistema imunológico, sistema nervoso central e exercício físico. Hoje sabe-se que o exercício pode ser imunomodulador, estimulando ou inibindo a resposta imune. Já o exercício em hipóxia pode ser considerado um potente agente imunossupressor principalmente pela capacidade que o exercício em hipóxia tem de aumentar a concentração de hormônios de estresse como as catecolaminas e o cortisol, diminuir a concentração de glutamina já que representa um estresse adicional ao organismo além daquele causado pelo exercício físico em normóxia. Por outro lado evidências recentes sugerem que as suplementações de carboidrato e glutamina tem o poder de atenuar os efeitos do exercício na hipóxia sobre a reposta imune adaptativa. Desse modo, este estudo pretende avaliar os efeitos da suplementação com carboidrato e glutamina sobre parâmetros da resposta imune inata e inflamação durante e após exercício na hipóxia simulando altitude de 4500m. Assim este estudo propõe avaliar 15 voluntários do gênero masculino, entre 18 e 30 anos, submetidos a três procedimentos em diferentes dias, sendo os grupos controles que realizarão exercício a 70% Vo2pico em altitude simulada de 4500m, sem suplementação e os que realizarão na altitude suplementados com carboidrato e/ou glutamina. (AU)