Busca avançada
Ano de início
Entree

Expressão gênica e haplótipos de genes envolvidos na sinalização celular e o risco para carcinoma hepatocelular

Processo: 13/21622-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de julho de 2014
Vigência (Término): 31 de março de 2015
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Dorotéia Rossi Silva Souza
Beneficiário:Graciele Domitila Tenani
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (FAMERP). Secretaria de Desenvolvimento Econômico (São Paulo - Estado). São José do Rio Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Gastroenterologia   Haplotipos   Transdução de sinais   Carcinoma hepatocelular   PTEN fosfo-hidrolase

Resumo

Introdução - Carcinoma Hepatocelular (CHC) é a forma mais agressiva de câncer de fígado, sendo responsável por 90% dos casos de câncer primário do fígado. Os fatores de risco para CHC incluem hepatites C e B, cirrose alcoólica, exposição prolongada à aflatoxina, doenças metabólicas hereditárias, além de alterações genéticas que podem afetar diversas vias celulares atuando no processo carcinogênico. Objetivos - Avaliar a expressão dos genes Fosfatidilinositol-4-5 bifosfato 3-quinase (subunidade catalítica alfa) (PIK3CA) e Fosfatase e Homólogo da Angiotensina (PTEN) em tecido hepático de pacientes com CHC e indivíduos controle. Analisar a associação entre a expressão do gene PTEN e os polimorfismos de nucleotídeo único (rs10490920, rs532678, rs701848) em pacientes com CHC e indivíduos controle, além de analisar a razão de chance para desenvolvimento de CHC avaliando os haplótipos do gene PTEN. Métodos - Serão selecionados 340 indivíduos, independente do sexo, etnia e idade, que serão divididos em dois grupos para análise de polimorfismos, sendo grupo 1- 170 indivíduos diagnosticados com CHC e grupo 2- 170 indivíduos controle, sem sinais clínicos e bioquímicos de CHC. Destes, serão selecionados 30 indivíduos de cada grupo para a análise de expressão gênica dos genes PIK3CA e PTEN em tecido hepático. As análises dos polimorfismos serão realizadas por Reação em Cadeia de Polimerase (PCR) seguida de restrição enzimática por Restriction Fragment Length Polymorphism (RFLP) e a expressão gênica por PCR em tempo real. A análise estatística compreenderá teste exato de Fisher ou qui-quadrado, teste T e regressão multivariada com nível de significância para p<0,05. Os haplótipos serão reconstruídos de acordo com a genotipagem dos casos e controles com frequência >0,05. (AU)