Busca avançada
Ano de início
Entree

Impactos das mudanças climáticas na produtividade do cafeeiro em áreas do Sudeste do Brasil

Processo: 14/00192-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2014
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2017
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Meteorologia
Pesquisador responsável:Chou Sin Chan
Beneficiário:Priscila da Silva Tavares
Instituição-sede: Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (Brasil). São José dos Campos , SP, Brasil
Assunto(s):Cafeicultura   Agrometeorologia   Mudança climática

Resumo

O Brasil lidera o mercado mundial do café, com fatias da ordem de 30 a 39% de toda a produção. O grão se apresenta como um fator fixador de mão de obra no meio rural e sua cadeia produtiva gera mais de 8 milhões de empregos. O café arábica (mais cultivada) para ter uma boa produtividade necessita ter temperatura anuais entre 18oC e 22oC. A suscetibilidade da cultura a grandes variações de temperatura do ar é preocupante quando se leva em conta às projeções climáticas divulgadas pelo Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas. Estudos realizados para o Brasil relataram que a cafeicultura brasileira seria impactada diretamente pelas mudanças climáticas, com reduções significativas da produção, causando prejuízos financeiros e sociais. No entanto, tais estudos consideraram apenas os zoneamentos agroclimáticos das regiões produtoras. Frente à importância da cafeicultura no cenário socioeconômico brasileiro e dos prognósticos futuros de aumentos da temperatura do ar, a proposta de tese consiste da avaliação dos impactos das mudanças climáticas na produtividade cafeeira em diferentes cenários climáticos futuros. Para isso serão usadas simulações dos novos cenários climáticos do IPCC (AR5), geradas a partir de downscaling dinâmico do Modelo Regional Eta em alta resolução espacial (5 km). As saídas do Eta serão usados no Modelo de Superfície INLAND para gerar a produtividade cafeeira futura em áreas do sudeste do Brasil. O INLAND integra a maioria dos processos da superfície terrestre, incluindo robustamente os efeitos físicos e fisiológicos do dossel, fenologia e ciclo de carbono terrestre.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
LYRA, ANDRE; TAVARES, PRISCILA; CHOU, SIN CHAN; SUEIRO, GUSTAVO; DERECZYNSKI, CLAUDINE; SONDERMANN, MARCELY; SILVA, ADAN; MARENGO, JOSE; GIAROLLA, ANGELICA. Climate change projections over three metropolitan regions in Southeast Brazil using the non-hydrostatic Eta regional climate model at 5-km resolution. THEORETICAL AND APPLIED CLIMATOLOGY, v. 132, n. 1-2, p. 663-682, APR 2018. Citações Web of Science: 5.
TAVARES, PRISCILA DA SILVA; GIAROLLA, ANGELICA; CHOU, SIN CHAN; DE PAULA SILVA, ADAN JULIANO; LYRA, ANDRE DE ARRUDA. Climate change impact on the potential yield of Arabica coffee in southeast Brazil. Regional Environmental Change, v. 18, n. 3, p. 873-883, MAR 2018. Citações Web of Science: 3.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.