Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação do efeito do modafinil sobre a imunidade, neuroinflamação e desenvolvimento da encefalomielite autoimune experimental em camundongos

Processo: 13/18921-5
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2014
Vigência (Término): 30 de abril de 2017
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia
Acordo de Cooperação: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:João Palermo Neto
Beneficiário:Adriano Zager
Instituição Sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:09/51886-3 - Neuroimunomodulação: fármacos, estresse e citocinas nas relações entre os sistemas nervoso, endócrino e imune, AP.TEM
Bolsa(s) vinculada(s):15/18803-8 - Efeitos do tratamento farmacológico com modafinil sobre a resposta das células T de pacientes com narcolepsia do tipo 1, BE.EP.PD
Assunto(s):Esclerose múltipla   Encefalomielite autoimune experimental   Dopamina
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:dopamina | Esclerose Múltipla | Imunidade mediada por células | Modafinil | Neuroinflamação | Imunofarmacologia

Resumo

O Modafinil é um fármaco psicoestimulante aprovado para o tratamento de sonolência diurna excessiva, narcolepsia, trabalho em turno e apnéia obstrutiva do sono. Dentre os usos documentados mas ainda não aprovados para o Modafinil, destaca-se o potencial terapêutico sobre TDAH, depressão, dependência à cocaína, esquizofrenia, obesidade e fadiga em doenças neurodegenerativas. Diversos estudos em roedores descrevem as alterações comportamentais e neuroquímicas decorrentes do tratamento com Modafinil, principalmente através da modulação do sistema dopaminérgico e noradrenérgico. Achados recentes relataram que esse fármaco tem potencial neuroprotetor em modelos animais de neuroinflamação. No entanto, os mecanismos do efeito neuroprotetor do Modafinil, assim como o efeito desse fármaco sobre a resposta imune periférica e do SNC, ainda são desconhecidos. Dessa forma, o objetivo do presente estudo será avaliar, em camundongos, os efeitos do tratamento com modafinil sobre a imunidade periférica, neuroinflamação e desenvolvimento da Encefalomielite Autoimune Experimental (EAE), o modelo murino de Esclerose Múltipla. Especificamente, analisaremos a produção de citocinas e a fenotipagem de células da periferia in vitro e a resposta in vivo de Hipersensibilidade do tipo tardia, a resposta imune-inflamatória in vitro de células do SNC, assim como, o desenvolvimento de sintomas clínicos e a caracterização do infiltrado de células inflamatórias durante a EAE. Pretende-se, ainda, estudar o papel dos diferentes tipos celulares envolvidos no efeito do Modafinil na periferia (linfócitos vs APCs) e no SNC (astrócitos vs microglia), bem como a participação dos receptores dopaminérgicos, noradrenérgicos e colinérgicos nos fenômenos estudados, através do bloqueio farmacológico destes receptores. Assim, será possível compreender melhor e dentro de um perspectiva neuroimunológica a interação entre imunidade, dopamina e doenças neurodegenerativas, contribuindo desta forma, para possíveis alternativas terapêuticas. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas (4)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ZAGER, ADRIANO; BRANDAO, WESLEY NOGUEIRA; MARGATHO, RAFAEL OLIVEIRA; GIMENES CRUZ, DANIEL SANZIO; PERON, JEAN PIERRE; TUFIK, SERGIO; ANDERSEN, MONICA LEVY; MORESCO, MONICA; PIZZA, FABIO; PLAZZI, GIUSEPPE; et al. Increased interferon-mediated immunity following in vitro and in vivo Modafinil treatment on peripheral immune cells. PROGRESS IN NEURO-PSYCHOPHARMACOLOGY & BIOLOGICAL PSYCHIATRY, v. 81, p. 297-305, . (13/18921-5, 09/51886-3, 15/18803-8)
ZAGER, ADRIANO; BRANDAO, WESLEY NOGUEIRA; MARGATHO, RAFAEL OLIVEIRA; PERON, JEAN PIERRE; TUFIK, SERGIO; ANDERSEN, MONICA LEVY; KORNUM, BIRGITTE RAHBEK; PALERMO-NETO, JOAO. The wake-promoting drug Modafinil prevents motor impairment in sickness behavior induced by LPS in mice: Role for dopaminergic D1 receptor. PROGRESS IN NEURO-PSYCHOPHARMACOLOGY & BIOLOGICAL PSYCHIATRY, v. 81, p. 468-476, . (13/18921-5, 09/51886-3)
BRANDAO, WESLEY NOGUEIRA; ANDERSEN, MONICA LEVY; PALERMO-NETO, JOAO; PERON, JEAN PIERRE; ZAGER, ADRIANO. Therapeutic treatment with Modafinil decreases the severity of experimental autoimmune encephalomyelitis in mice. International Immunopharmacology, v. 75, . (17/26170-0, 13/18921-5, 11/18703-2)
BARRETO, TALITA ROSSETTO; COSTOLA-DE-SOUZA, CAROLINA; MARGATHO, RAFAEL OLIVEIRA; QUEIROZ-HAZARBASSANOV, NICOLLE; RODRIGUES, SANDRA CAMPOS; FELICIO, LUCIANO FREITAS; PALERMO-NETO, JOAO; ZAGER, ADRIANO. Repeated Domperidone treatment modulates pulmonary cytokines in LPS-induced acute lung injury in mice. International Immunopharmacology, v. 56, p. 43-50, . (15/02441-0, 16/22364-2, 13/18921-5, 09/51886-3)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.