Busca avançada
Ano de início
Entree

Níveis basais de genotoxicidade para Aratus pisonii (h. Milne Edwards, 1837) e Goniopsis cruentata (Latreille, 1803) (Crustacea: Brachyura), no Mosaico de Unidades de Conservação Juréia-Itatins, Estado de São Paulo, Brasil

Processo: 14/06894-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2014
Vigência (Término): 31 de julho de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Morfologia dos Grupos Recentes
Pesquisador responsável:Marcelo Antonio Amaro Pinheiro
Beneficiário:Nicholas Kriegler
Instituição-sede: Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus Experimental do Litoral Paulista. São Vicente , SP, Brasil
Assunto(s):Genotoxicidade   Biomarcadores   Manguezais   Estuários   Carcinologia   Caranguejo   Crustacea

Resumo

Marcadores biológicos são ferramentas de grande utilidade para auxiliar o manejo de espécies animais e ecossistemas, tendo sua eficácia comprovada em vários estudos. Entre eles destaca-se o teste do micronúcleo, que é rápido, barato e de fácil execução, com eficácia já testada em várias situações. Os manguezais são Áreas de Proteção Permanente (APPs), sendo ambientes relevantes a muitos animais aquáticos e terrestres, bem como aos ecossistemas adjacentes. Nesse sentido, serão estabelecidos os níveis basais de células micronucleadas em duas espécies de crustáceos braquiúros, Aratus pisonii (caranguejo-arborícola) e Goniopsis cruentata (caranguejo maria-mulata) em uma Unidade de Conservação (UC), o Mosaico de UCs Juréia-Itatins. Serão coletados 15 exemplares machos em intermuda de cada espécie em três pontos amostrais (n=5/ponto), o que ocorrerá em duas épocas do ano (verão e inverno) para verificar o possível efeito da sazonalidade neste biomarcador. A hemolinfa dos animais será coletada para confecção de esfregaços, que serão fixadas (solução de Carnoy), submetidas a coloração (solução Giemsa 2%) e submetidas a microscopia óptica para contabilização da frequência de células micronucleadas por 1.000 analisadas (MN0) por exemplar (réplica). Os resultados obtidos por exemplar serão submetidos a análises estatísticas (paramétricas ou não paramétricas) para confronto das medidas de tendência central (médias e medianas) obtidas para cada espécie nas respectivas épocas anuais. Os resultados obtidos permitirão melhor conhecimento sobre este biomarcador, verificando se sua resposta difere entre diferentes espécies de caranguejos e em função da sazonalidade. Novas informações irão favorecer o uso dessa ferramenta para estabelecer do estado de conservação e manejo dessas espécies em manguezais de Unidades de Conservação.