Busca avançada
Ano de início
Entree

Filmes nanoestruturados para detecção do Antígeno Prostático Específico (PSA - Prostate Specific Antigen)

Processo: 13/23288-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de junho de 2014
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2016
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Materiais e Metalúrgica - Materiais Não-metálicos
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Marystela Ferreira
Beneficiário:Juliana Santos Graça
Instituição-sede: Centro de Ciências e Tecnologias para a Sustentabilidade (CCTS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). Sorocaba , SP, Brasil
Assunto(s):Filmes finos   Materiais nanoestruturados   Antígeno prostático específico   Anticorpos

Resumo

Neste projeto serão investigados antígenos/anticorpos do PSA (Prostate Specific antigen) com modelos de membranas imobilizadas em filmes nanoestruturados. O PSA é um composto glicoproteico de cadeia simples sintetizada pelas células epiteliais da próstata que ao ser degradado no organismo assume a forma inativa e entra na corrente sanguínea. Alterações na arquitetura da glândula prostática aumentam a concentração de PSA no sangue e a sua dosagem, juntamente com outros exames, é importante no diagnóstico precoce do câncer de próstata e consequentemente aumenta as chances de cura do indivíduo. Três tópicos serão abordados: i) imobilização do antígeno em filmes automontados (Layer-by-Layer, LbL), com vistas a estudar a interação específica antigênico-anticorpo através de técnicas espectroscópicas e eletroquímicas; ii) imobilização do anticorpo no mesmo processo descrito no item anterior; iii) imobilização dos antígenos ou anticorpos em lipossomos para verificar o aumento da sensibilidade na resposta ao anti-PSA ou PSA. No que diz respeito à imobilização dos antígenos/anticorpos, serão produzidos filmes LbL contendo esses materiais na presença e na ausência de fosfolipídios, visando a sua melhor estabilidade. A imobilização do antígeno/anticorpo em filmes automontados será alternada com polímeros carregados positivamente, poli (alilamina hidroclorada) (PAH) ou polietilenoimina (PEI). O crescimento dos filmes será monitorado por espectroscopia UV-visível e fluorescência. A organização estrutural dos antígenos e anticorpos será analisada por dicroísmo circular e a interação entre eles será estudada com medidas eletroquímicas e por Ressonância Plasmônica de Superfície (SPR). (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
GRACA, JULIANA SANTOS; MIYAZAKI, CELINA MASSUMI; SHIMIZU, FLAVIO MAKOTO; VOLPATI, DIOGO; MEJIA-SALAZAR, J. R.; OLIVEIRA, JR., OSVALDO N.; FERREIRA, MARYSTELA. On the importance of controlling film architecture in detecting prostate specific antigen. Applied Surface Science, v. 434, p. 1175-1182, MAR 15 2018. Citações Web of Science: 3.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.