Busca avançada
Ano de início
Entree

Biodiversidade fisiológica e química de macroalgas ecológica e economicamente importantes

Processo: 14/11288-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de julho de 2014
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Botânica - Botânica Aplicada
Pesquisador responsável:Fanly Fungyi Chow Ho
Beneficiário:Renann Henrique Paiva Dias da Silva
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/50731-1 - Biodiversidade fisiológica e química de macroalgas ecológica e economicamente importantes, AP.BTA.R
Assunto(s):Macroalgas   Estresse abiótico   Produtos naturais   Mudança climática

Resumo

As macroalgas constituem um dos grupos de maior diversidade dentre os organismos fotossintetizantes. Representam um recurso natural estratégico para o desenvolvimento biotecnológico no país. Como componentes fundamentais do ecossistema marinho, abordagens fisiológicas interdisciplinares sobre sensibilidade funcional são essenciais para compreender os efeitos das mudanças climáticas globais e poluição, auxiliar no subsídio de monitoramento, preservação e manejo ambiental, induzir a biossíntese de substâncias de interesse biotecnológico, implementar sistemas de cultivo, auxiliar no planejamento de projetos de regulação metabólica e de abordagens de moleculares e explorar de forma sustentável o recurso com seleção de espécies potenciais para aplicações biotecnológicas. Assim, estudos dos processos fisiológicos subjacentes aos danos provocados por estresses abióticos e os mecanismos de tolerância e aclimatação das macroalgas são de grande interesse econômico e científico, pois eles afetam direta ou indiretamente a fotossíntese e, consequentemente, a produtividade primária e a produção de biomassa (qualidade e quantidade. A presente proposta visa caracterizar as respostas biológicas de algumas espécies de macroalgas bentônicas desde uma perspectiva integrativa, com abordagens fisiológicas e químicas, a fim de relacioná-las com aspectos de mudanças climáticas globais e identificar potenciais biomoléculas de interesse biotecnológico. Com esse intuito, os objetivos gerais são: (a) estudar a sensibilidade fisiológica de espécies de macroalgas ecológica e economicamente importantes submetidas a condições de estresse em laboratório, (b) caracterizar o perfil químico de algumas espécies e avaliar seu potencial bioativo; c) produzir material didático sobre biodiversidade fisiológica e química de macroalgas.