Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação toxicogenética do corante têxtil disperse violet 93 em Camundongos Swiss

Processo: 14/08856-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2014
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Mutagênese
Pesquisador responsável:Carla Carolina Munari
Beneficiário:Mário Otávio Botasso Nasciutti
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FMB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Ensaio cometa

Resumo

Os corantes do tipo azo, maior classe de corantes sintéticos, são muito usados nas indústrias alimentícia, eletrônica, farmacêutica e principalmente têxtil. No setor têxtil, sabe-se que uma porcentagem desses corantes se perde durante o processo de tingimento, o que contribui para grande quantidade desses compostos nos efluentes, além disso, esses compostos não são totalmente eliminados pelo tratamento convencional da água, pelo contrário, o processo pode transformá-los em subprodutos mais mutagênicos. Com o intuito de dar subsídios para uma avaliação dos riscos da presença desses compostos no ambiente, a proposta desse projeto será avaliar a genotoxicidade in vivo do azo corante Disperse Violet 93, encontrado em efluentes têxteis e até o momento pouco estudado. A avaliação será feita por meio dos ensaios cometa em fígado, rim e sangue periférico e ainda a formação de micronúcleos em medula óssea. Espera-se que os resultados deste projeto, possam contribuir para o melhor entendimento do efeito de corantes têxteis e, consequentemente, contribuir para a elaboração de políticas públicas para o uso e descarte de corantes, a fim de proteger a saúde humana e do meio ambiente.