Busca avançada
Ano de início
Entree

Influência do treinamento de força e potência muscular sobre aspectos morfofuncionais e cognitivos em pacientes idosos fragilizados segundo o Kihon-checklist

Processo: 14/07667-3
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência (Início): 17 de julho de 2014
Vigência (Término): 05 de fevereiro de 2015
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Educação Física
Pesquisador responsável:Marco Carlos Uchida
Beneficiário:Marco Carlos Uchida
Anfitrião: Hidenori Arai
Instituição-sede: Faculdade de Educação Física (FEF). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Local de pesquisa : Kyoto University, Japão  
Assunto(s):Envelhecimento da população   Sarcopenia   Musculação   Treinamento de força   Qualidade de vida

Resumo

O envelhecimento populacional cresce a cada ano e está associado ao desenvolvimento da síndrome da fragilidade, sarcopenia, incapacidade funcional que levam ao declínio da qualidade de vida. Muitos estudos já demonstraram que exercícios de força que mantém ou aumentam a massa muscular e a força, assim como a densidade mineral óssea são essenciais para um envelhecimento salutar. Outros benefícios são obtidos com exercícios de treinamento de potência, que melhoram o equilíbrio, velocidade da marcha e tempo de reação. Geralmente esses dois tipos de treinos são prescritos separadamente. O objetivo geral deste estudo é estabelecer um protocolo de exercícios físicos globais, de baixo custo e de fácil execução que trabalhe força e potência melhorando significativamente a fragilidade dos idosos. Para tanto, idosos com síndrome de fragilidade serão selecionados usando o Kihon - checklist (KCL), um questionário que considera os seguintes domínios: estilo de vida, função física, nutrição, socialização, função cognitiva e depressão. Serão 66 indivíduos (> 60 anos de idade) agrupados em três grupos que serão submetidos a diferentes protocolos de exercício. O primeiro (controle) não executará qualquer exercício. O segundo grupo (POT) realizará o treinamento tradicional de potência (rápida ação concêntrica; 2-3 seg ação excêntrica). O terceiro grupo (ELP) realizará exercícios de força combinada ao treinamento de potência, na mesma repetição (rápida ação concêntrica; 6-10 seg ação excêntrica). Todos os grupos serão avaliados antes do início da experiência, 6 semanas após o início e em 12 semanas (final). Aspectos cognitivos e de composição corporal serão avaliados. Testes funcionais físicos e o KLC será aplicado novamente para um melhor entendimento dos efeitos globais do treinamento. Os resultados obtidos servirão como base para o desenvolvimento de um novo programa de exercícios, mais eficiente, a ser testado em população de idosos brasileiros. Este estudo também é projetado para servir como referência para futura elaboração de políticas públicas que contemplem a manutenção e melhoria da saúde dos idosos institucionalizados. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
UCHIDA, MARCO CARLOS; NISHIDA, MARCIO MAKOTO; CARVALHO SAMPAIO, RICARDO AURELIO; MORITANI, TOSHIO; ARAI, HIDENORI. Thera-band (R) elastic band tension: reference values for physical activity. Journal of Physical Therapy Science, v. 28, n. 4, p. 1266-1271, APR 2016. Citações Web of Science: 10.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.