Busca avançada
Ano de início
Entree

Treinamento físico aeróbico e resistido associado à estimulação colinérgica por brometo de piridostigmina previamente ao infarto do miocárdio em ratos: efeitos na função cardíaca, autonômica e perfil inflamatório

Processo: 14/06669-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2014
Vigência (Término): 30 de junho de 2017
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Educação Física
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Érico Chagas Caperuto
Beneficiário:Catarina de Andrade Barboza
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Biológicas e da Saúde. Universidade São Judas Tadeu (USJT). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Inflamação   Infarto do miocárdio   Treinamento físico

Resumo

O desarranjo do sistema nervoso autonômico tem sido associado a um aumento do perfil inflamatório e, juntamente com as alterações na função ventricular, conduz a altas taxas de mortalidade em pacientes após o infarto do miocárdio (IM). Os benefícios cardiovasculares, imunológicos e autonômicos do treinamento físico (TF) aeróbico e, mais recentemente, o resistido, têm levado muitos investigadores a sugerirem estas ferramentas como condutas não farmacológicas importantes no tratamento e na prevenção do IM. Por outro lado, a administração brometo de piridostigmina (PIR), um estimulador colinérgico, vem demonstrando efeitos positivos na função autonômica de indivíduos saudáveis, em pacientes coronarianos (em resposta ao exercício), bem como em animais infartados. Nesse sentido, as perguntas que surgem são: a associação do TF aeróbico com a administração de PIR previamente ao IM pode desencadear efeitos positivos adicionais na função autonômica e, consequentemente, na resposta inflamatória ao IM? O TF resistido, realizado isoladamente antes do IM, é uma prática que induz a um fenótipo cardioprotetor? A associação do TF resistido com a administração de PIR previamente ao IM pode desencadear efeitos positivos adicionais na função autonômica e, consequentemente, na resposta inflamatória ao IM? Dessa forma, o objetivo do presente estudo será avaliar as respostas ventriculares, hemodinâmicas, autonômicas e inflamatórias da isquemia miocárdica em ratos previamente submetidos ao TF aeróbico ou resistido, associados ao tratamento com brometo de piridostigmina. Os animais serão submetidos a 60 dias de TF aeróbico ou resistido e, ao final do protocolo, será realizada a isquemia miocárdica por ligadura da artéria coronária descendente anterior esquerda. Após o IM, as avaliações da função ventricular, autonômica e do perfil inflamatório serão realizadas. Os resultados serão apresentados como média ± erro padrão da média e os testes estatísticos de ANOVA serão devidamente aplicados. P<0,05 serão considerados significativos. A realização desse estudo pode ter um impacto clínico relevante, esclarecendo mecanismos de prevenção e/ou atenuação dos efeitos adversos de um evento isquêmico. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BARBOZA, C. A.; FUKUSHIMA, A. R.; CARROZZI, N.; MACHI, J. F.; DOURADO, P. M. M.; MOSTARDA, C. T.; IRIGOYEN, M. C.; NATHANSON, L.; MORRIS, M.; CAPERUTO, E. C.; RODRIGUES, B. Cholinergic Stimulation by Pyridostigmine Bromide Before Myocardial Infarction Prevent Cardiac and Autonomic Dysfunction. SCIENTIFIC REPORTS, v. 9, FEB 21 2019. Citações Web of Science: 0.
BARBOZA, C. A.; SOUZA, G. I. H.; OLIVEIRA, J. C. M. F.; SILVA, L. M.; MOSTARDA, C. T.; DOURADO, P. M. M.; OYAMA, L. M.; LIRA, F. S.; IRIGOYEN, M. C.; RODRIGUES, B. Cardioprotective Properties of Aerobic and Resistance Training Against Myocardial Infarction. INTERNATIONAL JOURNAL OF SPORTS MEDICINE, v. 37, n. 6, p. 421-430, JUN 2016. Citações Web of Science: 5.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.