Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise da bioatividade do extrato hidroalcoólico bruto das folhas e do óleo-resina da Copaifera multijuga frente a patógenos bucais

Processo: 14/09528-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2014
Vigência (Término): 31 de julho de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Microbiologia Aplicada
Pesquisador responsável:Carlos Henrique Gomes Martins
Beneficiário:Iane Pereira Pimenta
Instituição-sede: Pró-Reitoria Adjunta de Pesquisa e Pós-Graduação. Universidade de Franca (UNIFRAN). Franca , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:11/13630-7 - Validação química e farmacológica de extratos e princípios ativos de espécies de Copaifera, AP.TEM
Assunto(s):Biofilmes   Antibacterianos   Plantas medicinais

Resumo

A cavidade bucal é significativamente complexa composta por mais de 700 espécies de micro-organismos sendo que algumas delas são patogênicas causando malefícios às estruturas bucais, dentre eles a cárie dental e infecções endodônticas. Na tentativa de prevenir ou tratar as doenças da boca causadas por bactérias, estudos vem sendo realizados sobre a capacidade antimicrobiana de produtos vegetais frente a bactérias presentes neste sítio anatômico. Além disso, a escolha por produtos de origem natural torna-se uma saída menos agressiva ao organismo humano. O óleo-resina da árvore de copaíba é muito utilizado no Brasil na medicina popular para tratamento de vários sintomas e doenças. Dentre as espécies de copaíba destaca-se a Copaifera multijuga que, através de estudos prévios, apresenta potencial antiinflamatório, antimicrobiano, antitumoral, antinociceptivo e leishmanicida. O objetivo desse projeto é avaliar a atividade antibacteriana do extrato hidroalcoólico bruto das folhas e do óleo-resina da C. multijuga frente às bactérias que representam agentes de infecções bucais. Será utilizado no projeto um painel representativo de bactérias causadoras da cárie e de infecção endodôntica. A avaliação da atividade antibacteriana será realizada pela técnica de microdiluição em caldo para a determinação da Concentração Inibitória Mínima (CIM), Concentração Bactericida Mínima (CBM) e atividade antibiofilme. Este estudo poderá contribuir para o surgimento de novos fármacos na tentativa de se prevenir ou tratar as infecções bucais que acometem grande parte da população.