Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito in situ da utilização de uma goma de mascar com caseína fosfopeptídea fosfato de cálcio amorfo (CPP-ACP) previamente ao desafio erosivo inicial

Processo: 14/00089-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2014
Vigência (Término): 30 de junho de 2015
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Odontopediatria
Pesquisador responsável:Daniela Rios Honório
Beneficiário:Isabela Maníglia Mesquita
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB). Universidade de São Paulo (USP). Bauru , SP, Brasil
Assunto(s):Goma de mascar   Desmineralização do dente   Esmalte dentário   Erosão dentária   Caseínas

Resumo

O efeito protetor do CPP-ACP em relação à erosão dentária é controverso na literatura. O presente grupo de pesquisa constatou em estudo prévio que o efeito remineralizador do CPP-ACP (por meio da utilização da goma de mascar após o desafio erosivo), embora importante, não foi suficiente para evitar a perda de estrutura dentária pela ciclagem erosiva (FAPESP Process 2011/16326-7). Assim sendo, para a prevenção da erosão, possivelmente a inibição da desmineralização pelo produto tenha impacto maior do que a potencialização da remineralização. O objetivo deste estudo in situ será estudar o efeito da utilização de uma goma de mascar com caseína fosfopeptídea fosfato de cálcio amorfo (CPP-ACP) previamente ao desafio erosivo inicial. Especificamente será avaliado o efeito do uso prévio da goma de mascar com CPP-ACP, da goma de mascar convencional e da ação salivar não estimulada na inibição da erosão inicial do esmalte. Para isto, serão preparados 72 blocos de esmalte de dentes bovinos, que serão colocados em dispositivos bucais utilizados por 12 voluntários previamente selecionados. O experimento contará com 3 grupos: GI - esmalte submetido a ação salivar não estimulada; GII - esmalte submetido ao Trident® convencional; e GIII - esmalte submetido ao Trident® Total. O estudo será conduzido em uma fase para cada grupo: o dispositivo será utilizado por 10 horas antes do início do experimento durante a noite e por mais 2 horas após o café da manhã e higienização bucal. Os grupos II e III mastigarão uma unidade da goma de mascar correspondente por meia hora e irão ingerir 150 mL de bebida tipo cola por 5 minutos para promover erosão inicial. A porcentagem de perda de dureza superficial será avaliada e os resultados, submetidos a análise estatística apropriada, com nível de significância adotado de 5%. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
JORDAO, M. C.; ALENCAR, C. R. B.; MESQUITA, I. M.; BUZALAF, M. A. R.; MAGALHAES, A. C.; MACHADO, M. A. A. M.; HONORIO, H. M.; RIOS, D. In situ Effect of Chewing Gum with and without CPP-ACP on Enamel Surface Hardness Subsequent to ex vivo Acid Challenge. Caries Research, v. 50, n. 3, p. 325-330, 2016. Citações Web of Science: 7.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.