Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação do efeito antimicrobiano do verniz de tetrafluoreto de titânio a 4% utilizando modelo de biofilme microcosmo

Processo: 14/02988-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2014
Vigência (Término): 31 de julho de 2015
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia
Pesquisador responsável:Ana Carolina Magalhães
Beneficiário:Constantino Fernandes Neto
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB). Universidade de São Paulo (USP). Bauru , SP, Brasil
Assunto(s):Cariologia   Fluoretos   Anti-infecciosos

Resumo

A formação de um biofilme cariogênico é um processo complexo influenciado por fatores relacionados ao hospedeiro e ao ambiente. Hábitos de higiene, dieta, fluxo salivar e exposição a agentes antimicrobianos podem modular a quantidade e qualidade do biofilme dentário. Dentre os agentes antimicrobianos temos o fluoreto, utilizado comumente na forma de fluoreto de sódio (NaF). Estudos recentes têm mostrado que o tetrafluoreto de titânio (TiF4) apresenta melhor efeito no controle da desmineralização do esmalte que o NaF. No entanto, não temos informação sobre um possível efeito antimicrobiano deste sal fluoretado. Portanto, o presente estudo complementará a linha de pesquisa do grupo que já vem focado no efeito anti-cárie de um verniz experimental de TiF4 a 4% e terá como objetivo avaliar o efeito deste agente sobre a viabilidade e a produção de ácido por um biofilme microcosmo e sobre a desmineralização do esmalte. O verniz de TiF4 a 4% será comparado ao verniz de NaF a 5,42%, clorexidina a 2% (controle positivo) e placebo/sem tratamento (controle negativo). Para a formação do biofilme microcosmo, será coletada a saliva de 10 indivíduos saudáveis, que não terão escovado os dentes nas últimas 24h e que não tenham bebido líquidos ou ingerido alimentos nas últimas 2h. A saliva será diluída (70% saliva e 30% glicerol), e alíquotas de 1ml de saliva serão armazenadas a -80ºC. Em torno de 100 amostras de esmalte bovino (2mm x 2mm) serão preparadas e tratadas por 6h com vernizes experimentais contendo: A) TiF4 a 4% (pH 1,0, 2,45% F); B) NaF a 5,42% (pH 5,0, 2,45% F); C) placebo; D) clorexidina a 2% - controle positivo ou E) não tratadas (n=5x4 ensaios, 20 amostras/grupo). Estas amostras serão inseridas em placas de 24 poços e expostas à saliva coletada para a formação do biofilme microcosmo. As bactérias vivas e mortas serão evidenciadas por fluorescência com microscópio confocal (Ensaio 1). No Ensaio 2 ,será avaliada a acidogênicidade, medindo a presença de ácido lático por métodos enzimáticos. No Ensaio 3, a suspensão microbiana removida do biofilme será diluída e espalhada em placas de Agar para a contagem das unidades formadoras de colônia (UFC) para microrganismos totais, Estreptococos totais e Estreptococos mutans. No Ensaio 4, a desmineralização provocada pelo biofilme nas condições estudadas será mensurada por microradiografia transversal. Os dados serão tabulados e submetidos à análise estatística (p<0,05).