Busca avançada
Ano de início
Entree

Perfil de expressão dos Retrovírus Endógenos Humanos da família W (HERV-W) em indivíduos com Esclerose Múltipla em condições de recorrência

Processo: 13/24223-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2014
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2018
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Pesquisador responsável:Camila Malta Romano
Beneficiário:Luiz Henrique da Silva Nali
Instituição-sede: Instituto de Medicina Tropical de São Paulo (IMT). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Esclerose múltipla   Virologia médica   Transcriptoma

Resumo

Os HERVs são retrovírus endógenos, que se fixaram no genoma do hospedeiro através de integrações nos genomas de células germinativas a milhões de anos atrás, representando hoje aproximadamente 8% do genoma humano. A presença e atividade esporádica destes no nosso genoma serviram de incentivo para diversos estudos que tentam correlacionar o seu envolvimento com doenças autoimunes incluindo a Esclerose Múltipla (EM). A EM é uma doença sem etiologia definida, de difícil tratamento e extremamente complexa. Possui um estágio inflamatório e é caracterizada principalmente pelo caráter progressivo e degenerativo. Diversos achados importantes levantaram o interesse sobre a possível relação do HERV da família W com a EM. Esses retrovírus podem apresentar desde altos níveis de RNA mensageiro circulante até a presença da proteína do gene env do HERV-W em lesões desmielinizantes de indivíduos com EM. Alem disso, não se tem conhecimento de quais elementos exatamente são expressos, e em que proporções. Considerando ainda o caráter altamente imonogênico de epítopos de certos genes retrovirus, não se sabe se a atividade dos retroelementos é capaz de interferir na expressão de genes relacionados a processos inflamatórios e/ou imunológicos. Uma ferramenta disponível atualmente que poderá auxiliar nesse entendimento é o Next Generation Sequencing (NGS). O transcriptoma realizado por essa metodologia fornecerá dados massivos referente a todo perfil de expressão do HERV-W, bem como dos genes responsáveis pela expressão das citocinas pró-inflamatórias e anti-inflamatórias dos indivíduos com EM. O principal objetivo desse estudo, portanto, será comparar o transcriptoma de HERV-W de indivíduos com EM em momento de recorrência com o perfil de expressão de indivíduos saudáveis.Serão coletadas 20 amostras de sangue sendo 10 de indivíduos com EM em condições de recorrência (GMS) e 10 indivíduos saudáveis (GC) as quais serão submetidas ao trascriptoma (RNAseq) pela plataforma Ion Proton. Para análise dos transcritos serão utilizadas como referência sequências de HERV e sequências de genes responsáveis pela expressão de citocinas pró e anti-inflamatórias. As análises das sequências obtidas pelo RNAseq serão realizadas com o auxilio do programas Geneious e CLC Genomics Workbench 5. Além disso, os níveis plasmáticos dessas citocinas também serão mensurados para que se possa estabelecer uma relação entre atividade/repressão dos genes associados e níveis plasmáticos.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
NALI, LUIZ H.; OLIVAL, GUILHERME S.; SOUSA, FRANCIELLE T. G.; DE OLIVEIRA, ANA CAROLINA S.; MONTENEGRO, HORACIO; DA SILVA, ISRAEL T.; DIAS-NETO, EMAMNUEL; NAYA, HUGO; SPANGENBERG, LUCIA; PENALVA-DE-OLIVEIRA, AUGUSTO C.; et al. Whole transcriptome analysis of multiple Sclerosis patients reveals active inflammatory profile in relapsing patients and downregulation of neurological repair pathways in secondary progressive cases. MULTIPLE SCLEROSIS AND RELATED DISORDERS, v. 44, . (13/24223-9, 15/05958-3)
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
NALI, Luiz Henrique da Silva. Perfil da expressão dos retroví­rus endógenos humanos da famí­lia W em pacientes com esclerose múltipla. 2018. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Medicina Tropical de São Paulo (IMT) São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.