Busca avançada
Ano de início
Entree

Alimentos para a criação de camarões marinhos: o desempenho combinado à digestibilidade da proteína alimentar como critérios para a avaliação e o desenvolvimento de dietas

Processo: 14/13710-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de agosto de 2014
Vigência (Término): 31 de julho de 2015
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca - Aquicultura
Pesquisador responsável:Daniel Eduardo Lavanholi de Lemos
Beneficiário:Ricardo Haruo Ota
Instituição-sede: Instituto Oceanográfico (IO). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:14/04164-0 - Alimentos para a criação de camarões marinhos: o desempenho combinado à digestibilidade da proteína alimentar como critérios para a avaliação e o desenvolvimento de dietas, AP.R
Assunto(s):Camarão   Ração   Digestibilidade   Dieta animal   Alimentação animal

Resumo

A aquicultura vem se tornando uma fornecedora importante de proteína de origem animal para o homem. O incremento de sua produção deve, em criações de peixes e crustáceos, vir necessariamente acompanhado por aumento no consumo de ração. A produção e uso das rações para a aquicultura é importante tanto em termos técnicos e econômicos, quanto em relação à sustentabilidade ambiental de suas práticas. Com a estagnação da produção de pescado pela pesca extrativa, a competição pela aquisição de ingredientes convencionais para a fabricação de ração como a farinha e o óleo de peixe vem aumentando, o que impõe o uso de ingredientes alternativos de qualidade adequada. Por outro lado, ambientalmente, a ração é o fator que mais pode contribuir para a eutrofização do ambiente, especialmente via egestão, se utilizados alimentos com baixa digestibilidade de nutrientes. Neste contexto, os métodos de determinação da digestibilidade de nutrientes no animal vivo podem ser ferramentas práticas para a avaliação da qualidade dos ingredientes e produtos terminados. O objetivo do presente projeto é avançar no conhecimento das rações para camarões marinhos, sob os pontos de vista da digestibilidade proteica, por meio da avaliação de rações comerciais (composição centesimal, digestão in vitro, estabilidade física na água) e ensaios de determinação de digestibilidade aparente de dietas experimentais para juvenis de L. vannamei. Para isso, o método clássico de substituição de ingrediente teste sobre uma dieta de referência será inicialmente avaliado com três ingredientes diferentes, em três níveis de inclusão. Será também testada a viabilidade do uso de marcadores dietéticos internos (ex. fração de cinza insolúvel em ácido) para determinação de digestibilidade aparente de nutrientes em dietas. Finalmente, o efeito combinado de diferentes formulações dietéticas e regimes alimentares sobre o desempenho e a digestibilidade será avaliado com três dietas com aplicações de ração correspondentes a 0,75, 1,5 e 3 % da biomassa de indivíduos nos tanques por dia. (AU)