Busca avançada
Ano de início
Entree

Modernização das campanhas e estratégias eleitorais: o papel da internet nas eleições brasileiras de 2014

Processo: 14/10233-5
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2014
Vigência (Término): 31 de março de 2015
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Ciência Política
Pesquisador responsável:Fernando Antônio Farias de Azevedo
Beneficiário:Michele Goulart Massuchin
Supervisor no Exterior: Eva Campos Domínguez
Instituição-sede: Centro de Educação e Ciências Humanas (CECH). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Local de pesquisa : Universidad de Valladolid (UVa), Espanha  
Vinculado à bolsa:12/10982-2 - Comunicação política na internet e institucionalização partidária: a campanha dos candidatos majoritários nos websites em 2012 e 2014 no Brasil, BP.DR
Assunto(s):Internet

Resumo

Este projeto tem como proposta analisar o uso da internet enquanto espaço de campanha durante o período eleitoral. Para isso, tem-se como objeto o conteúdo presente nos websites dos três principais candidatos à presidência do Brasil em 2014. Com o processo de modernização das campanhas (MANCINI e SWANSON, 1995; MAZOLENI, 2010) a internet passou a fazer parte da dinâmica dos processos eleitorais juntamente com os outros meios de comunicação, também podendo ser usada para angariar votos e divulgar informação política. Cada meio de comunicação tem suas especificidades e funções dentro de uma disputa eleitoral, sendo que as características das postagens - no caso da internet - é que delimita o tipo de atuação da elite política na rede. A metodologia a ser usada para a análise é quantitativa de análise de conteúdo e os dados a serem coletados referem-se ao período eleitoral de 2014 - 6 de julho a 4 de outubro. As postagens serão analisadas utilizando como referência modelos analíticos presentes na literatura que dão ênfase as características do conteúdo (ALBUQUERQUE, 1999; FIGUEIREDO et al, 1999). A hipótese principal é que esse espaço tem diferentes funções durante o período eleitoral, não servindo apenas para transposição de informações de outros espaços de campanha, mas contendo determinadas estratégias que variam de acordo com cada candidato, contexto eleitoral e trajetória política. (AU)