Busca avançada
Ano de início
Entree

Imobilização da enzima nucleosídeo difosfato quinase (NDK) de Leishmania major: do estudo de condições à aplicação na triagem de ligantes

Processo: 14/06907-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de julho de 2014
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Orgânica
Pesquisador responsável:Carmen Lúcia Cardoso
Beneficiário:Juliana Maria de Lima
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/01710-1 - Ligantes enzimáticos: novos modelos de triagem, AP.TEM
Assunto(s):Leishmaniose   Nucleosídeos   Inibidores enzimáticos

Resumo

A leishmaniose, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), é uma doença negligenciável, que aflige as populações em países subdesenvolvidos desfigurando, estigmatizando e matando. Diante desse quadro, a OMS através do Special Programme for Research and Training (TDR) adotou como meta a erradicação da doença, que atualmente é tratada com fármacos tóxicos e de alto custo. Pesquisadores têm purificado e caracterizado proteínas de microorganismos patogênicos ao homem, uma estratégia na busca por moléculas que possam atuar como alvos biológicos. A enzima Nucleosídeos Difosfato Kinase b (NDKb) possui papel fundamental na manutenção das razões de NTPs e dNTPs intracelulares, ela é secretada por Leishmania major sendo determinante no processo invasivos/evasivos crucial para o sucesso da infecção dos macrófagos. Considerando que a enzima seja um alvo biológico em potencial, é necessário o desenvolvimento e/ou aprimoramento de técnicas que tornem hábil os estudos com esta biomolécula. A biocromatografia tem sido utilizada com sucesso e a associação de IMERs a sistemas cromatográficos de alta eficiência, como um método multidimensional, é uma estratégia promissora para o screening de inibidores seletivos. Nesse contexto, o presente projeto propõe a imobilização das enzimas NDKb de Leishmania major e sua mutante K30A em capilar de sílica, que posteriormente serão acopladas no método multidimensional a ser desenvolvido e validado. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
LOPES VILELA, ADRIANA FERREIRA; SEIDL, CLAUDIA; LIMA, JULIANA MARIA; CARDOSO, CARMEN LUCIA. An improved immobilized enzyme reactor-mass spectrometry-based label free assay for butyrylcholinesterase ligand screening. Analytical Biochemistry, v. 549, p. 53-57, . (14/50299-5, 16/02873-0, 14/06907-0, 14/11640-3)
LIMA, JULIANA M.; SEIDL, CLAUDIA; CUNHA, ELISE M. F.; OLIVEIRA, ARTHUR H. C.; CARDOSO, CARMEN L.. On-Flow Ligand Screening Assay Based on Immobilized Nucleoside Diphosphate Kinase B from Homo sapiens. Journal of the Brazilian Chemical Society, v. 30, n. 11, SI, p. 2308-2317, . (14/50249-8, 13/01710-1, 14/06907-0, 14/11640-3)
LIMA, JULIANA MARIA; VIEIRA, PLINIO SALMAZO; CAVALCANTE DE OLIVEIRA, ARTHUR HENRIQUE; CARDOSO, CARMEN LUCIA. Label-free offline versus online activity methods for nucleoside diphosphate kinase b using high performance liquid chromatography. ANALYST, v. 141, n. 15, p. 4733-4741, . (11/20569-2, 13/01710-1, 14/06907-0)
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
LIMA, Juliana Maria de. Ensaio enzimático on-line baseado em enzimas imobilizadas e cromatografia zonal para identificação e caracterização de inibidores da enzima Nucleosídeo Difosfato Quinase B. 2018. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (PCARP/BC) Ribeirão Preto.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.