Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da concentração de Pb-210 e Po-210 na Nicotiana tabacum l., variedade Virgínia, cultivada no Brasil

Processo: 14/09640-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2014
Vigência (Término): 31 de julho de 2015
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Analítica
Pesquisador responsável:Sandra Regina Damatto
Beneficiário:Thiago Oliveira Santos
Instituição-sede: Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (IPEN). Secretaria de Desenvolvimento Econômico (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Radioquímica

Resumo

Os derivados do tabaco são utilizados intensivamente em todo o mundo sendo entre todos eles os mais consumidos o cigarro, o charuto e o narguile. Os efeitos danosos que estes produtos causam à saúde humana são mundialmente estudados e muitas pesquisas são realizadas com o objetivo de relacionar o uso destes produtos com diversas doenças. O Brasil é o segundo produtor e o maior exportador mundial de tabaco, segundo dados da produção da safra de 2009/2010, com produção agrícola concentrada em 95% na região sul brasileira. A planta tabaco (Nicotiana tabacum L.) é utilizada na fabricação de todos os produtos derivados e a composição química resultante do fumo varia conforme o tipo de folhas de tabaco, como são cultivadas, a região de origem, as características de preparação dos produtos derivados (compactação, filtro e papel) e as variações de temperatura resultantes da combustão incompleta do tabaco. A literatura internacional e nacional existente sobre a caracterização radiológica e química do cigarro é muito vasta, porém escassa quanto a esta mesma caracterização das plantas da Nicotiana tabacum L. cultivadas ao redor do mundo e principalmente nas variedades cultivadas no Brasil. O objetivo deste projeto é determinar a concentração dos radionuclídeos naturais Pb-210 e Po-210 na variedade Virginia cultivada na região Sul do Brasil.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.