Busca avançada
Ano de início
Entree

Influência de polimorfismos no gene PDCD1, regulador da atividade de linfócitos T, na expressão gênica e suscetibilidade ao melanoma cutâneo

Processo: 14/10042-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2014
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2016
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Carmen Silvia Passos Lima
Beneficiário:Gabriela Vilas Bôas Gomez
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Oncologia   Polimorfismo genético   Melanoma   Linfócitos T   Expressão gênica

Resumo

O Melanoma Cutâneo (MC) merece destaque entre as neoplasias devido ao seu alto potencial metastático e à refratariedade à terapêutica. Em condições fisiológicas, melanócitos anormais podem ser eliminados do organismo por citocinas produzidas por linfócitos T. O processo é regulado pelas proteínas PD1, PDL-1 e PDL-2. O gene PDCD1 codifica o receptor PD1 em linfócitos T, que tem como ligantes PDL-1 e PDL-2 de células apresentadoras de antígenos, as células dendríticas. Quando o PD1 liga-se ao PDL-1 ou PDL-2, ocorre inibição da proliferação e liberação de citocinas por linfócitos T, o que favorece a sobrevivência de melanócitos anormais. Melanócitos anormais podem também expressar o ligante PDL-1 como forma de evasão do sistema imune e consequente sobrevivência. O gene PDCD1 é polimórfico em humanos e, assim, indivíduos saudáveis podem herdar habilidades distintas para eliminar melanócitos anormais. Os objetivos do estudo são os de verificar se os polimorfismos PD1.1 (rs36084323, c.-606G>A), c.627+252C>T (rs41386349), sem denominação específica, PD1.5 (rs2227981, c.804T>C) e PD1.9 (rs2227982, c.644C>T) do gene PDCD1 influenciam o risco de ocorrência de MC, as manifestações clínicas e biológicas do tumor e a expressão do gene PDCD1. Serão avaliados 250 pacientes com MC e 250 controles. As informações clínicas serão obtidas dos pacientes por acesso aos prontuários médicos. Os genótipos dos polimorfismos PD1.1 (rs36084323, c.-606G>A), PD1.5 (rs2227981, c.804T>C), PD1.9 (rs2227982, c.644C>T) e rs41386349, c.627+252C>T, sem denominação específica, no gene PDCD1, serão realizadas em leucócitos do sangue periférico por meio da reação em cadeia da polimerase em tempo real. A expressão do gene PDCD1 e da concentração da proteína PD1 em linfócitos do sangue periférico de 60 indivíduos controles (20 homozigotos selvagens, 20 heterozigotos e 20 homozigotos variantes) serão avaliadas por PCR quantitativo e citometria de fluxo, respectivamente. O significado estatístico das diferenças entre grupos será calculado por meio do teste da probabilidade exata de Fisher ou qui-quadrado. As determinações dos riscos de ocorrência do MC, a que pacientes e controles foram submetidos, serão obtidas por meio das Razões das Chances (ORs). As comparações da expressão gênica de indivíduos com os genótipos distintos de cada polimorfismo gênico serão realizadas por meio dos testes T e ANOVA (Análise de Variância) ou teste de Mann-Whitney. Já os resultados da citometria serão analisados pelo software BDFACSDiva. Acreditamos que os resultados deste estudo poderão contribuir para o melhor entendimento da fisiopatologia do MC e para identificar indivíduos com alto risco para a doença, que mereçam receber atenção especial na prevenção e diagnóstico precoce. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
GOMEZ, GABRIELA V. B.; RINCK-JUNIOR, JOSE A.; OLIVEIRA, CRISTIANE; SILVA, DENNIS H. L.; MAMONI, RONEI L.; LOURENCO, GUSTAVO J.; MORAES, APARECIDA M.; LIMA, CARMEN S. P. PDCD1 gene polymorphisms as regulators of T-lymphocyte activity in cutaneous melanoma risk and prognosis. PIGMENT CELL & MELANOMA RESEARCH, v. 31, n. 2 MAR 2018. Citações Web of Science: 3.
BOAS GOMEZ, GABRIELA VILAS; DE OLIVEIRA, CRISTIANE; RINCK-JUNIOR, JOSE AUGUSTO; DE MORAES, APARECIDA MACHADO; LOURENCO, GUSTAVO JACOB; PASSOS LIMA, CARMEN SILVIA. XPC (A2920C), XPF (T30028C), TP53 (Arg72Pro), and GSTP1 (Ile105Val) polymorphisms in prognosis of cutaneous melanoma. TUMOR BIOLOGY, v. 37, n. 3, p. 3163-3171, MAR 2016. Citações Web of Science: 2.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.