Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo da participação da histamina sobre a resposta inflamatória aguda em Tilápias do Nilo, inoculadas com Aeromonas hydrophila

Processo: 14/10559-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2014
Vigência (Término): 30 de junho de 2016
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Patologia Animal
Pesquisador responsável:Marco Antonio de Andrade Belo
Beneficiário:Simone Cristina da Silva Hruschka
Instituição-sede: Universidade Camilo Castelo Branco (UNICASTELO). Campus Descalvado. Descalvado , SP, Brasil
Assunto(s):Histamina   Permeabilidade capilar   Oreochromis niloticus

Resumo

Tendo em vista o importante papel biológico da histamina sobre a permeabilidade vascular e a escassa literatura deste autacóide em peixes teleósteos, este estudo propõe avaliar a participação da histamina na reação inflamatória aguda em tilápias do Nilo desafiadas com inóculos de Aeromonas hydrophila, submetidas ou não ao tratamento parenteral com o anti-histamínico de recepetores H1 prometazina, através da: análise celular presente no exsudato inflamatório; avaliação do leucograma, eritrograma e trombograma; estudo da permeabilidade vascular. Para a realização desta investigação, 120 tilápias do Nilo (Oerochromis niloticus), com peso médio de 100g, oriundas da mesma desova, serão distribuídas aleatoriamente em 10 aquários com capacidade de 250L de água cada, constituindo três tratamentos: T1 = sem anti-histamínico (controle); T2 = com administração de prometazina via intramuscular; T3 = com administração de prometazina na cavidade celomática. No primeiro ensaio experimental serão amostrados sete animais por tratamento para estudo do acúmulo celular na aerocistite e análise hematológica em três períodos, isto é: 6, 12 e 24 horas pós-desafio bacteriano (HPD). Num segundo ensaio serão amostrados cinco animais por tratamento para análise de permeabilidade vascular realizado 2, 4 e 6 HPD, para a avaliação da resposta no tempo, constituindo 9 grupos experimentais, sendo três por tratamento. Um 10° grupo será composto de peixes não submetidos a nenhum tipo de manipulação para constituir os valores de referência para o estudo (Padrão Fisiológico, n=7). A administração do anti-histamínico prometazina (Fenergan®) será realizada no momento do desafio bacteriano, via IM na região dorso-lateral esquerda na dose de 0,5mg/kg de p.v. diluído em solução oleosa na proporção de 1:1 (T2) e na cavidade celomática na mesma dose porém em solução aquosa (T3). No momento da necropsia 6, 12 e 24 HPD, serão colhidos: o exsudato inflamatório presente na bexiga natatória para quantificação e avaliação das células inflamatórias; amostras de sangue dos peixes por punção de vaso caudal para avaliação hematológica e no estudo de permeabilidade vascular exsudato será colhido 2, 4 e 6 HPD. Assim sendo, a correlação entre o estudo celular presente no exsudato inflamatório, a avaliação celular no hemograma e de permeabilidade vascular irão fornecer subsídios importantes na compreensão da participação da histamina na fisiopatologia da reação inflamatória aguda em tilápias.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.