Busca avançada
Ano de início
Entree

Identificação das necessidades e proposta de intervenção nos problemas de saúde mental e uso de drogas psicoativas em população usuária de Programa Saúde da Família (PSF) do município de Ribeirão Preto-SP

Processo: 14/13363-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de agosto de 2014
Vigência (Término): 31 de março de 2015
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Enfermagem - Enfermagem Psiquiátrica
Convênio/Acordo: CNPq - PPSUS
Pesquisador responsável:Margarita Antonia Villar Luis
Beneficiário:Amanda Rossi Marques-Camargo
Instituição-sede: Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto (EERP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:12/51732-9 - Identificação e intervenção nas necessidades de saúde relacionadas ao uso abusivo de álcool em populações usuárias de serviços com Programa Saúde da Família (PSF) do município de Ribeirão Preto-SP, AP.PP.SUS
Assunto(s):Saúde mental   Atenção primária à saúde   Saúde da família

Resumo

Trata-se de uma pesquisa comunitária com vistas a levantar e intervir sobre problemas de saúde mental e uso de álcool e drogas na população atendida pela Estratégia de Saúde da Família (ESF). Tal estudo considera que os problemas de saúde mental e o uso abusivo e dependência de álcool e outras drogas são ainda um problema de saúde pouco dimensionado no município de Ribeirão Preto, assim, se propôs a primeira etapa com vistas a auxiliar no diagnóstico de tais problemáticas na Região Oeste de Saúde do município, zona de abrangência da Universidade de São Paulo. Na etapa que se seguirá serão realizadas as intervenções e a avaliação dos resultados das mesmas. Quanto aos objetivos específicos do estudo, dimensionou-se: 1)Identificar a ocorrência de problemas mentais e abuso e dependência de drogas, entre as famílias cadastradas nas equipes de ESF ligadas a USP - Zona oeste; 2)Rastrear os fatores de risco para o abuso e dependência de drogas psicoativas; 3) Implementar propostas de intervenção para familiares que relatam ter membros com problemas de saúde mental e para familiares com membros usuários de drogas psicoativas; 4)Implementar proposta de intervenção para os usuários de drogas psicoativas licitas e ilícitas; 5) Capacitar os profissionais do Núcleo de Saúde da Família onde serão realizadas as intervenções; 6) Avaliar a efetividade das intervenções no intuito de estender a proposta aos demais Núcleos da Região. As atividades desta pesquisa foram e estão sendo desenvolvidas nos Núcleos de Saúde da Família (NSF) da região Oeste. A fase de diagnóstico foi realizada nos 5 Núcleos de Saúde da Família no intuito de identificar as famílias cadastradas que apresentam problemas de saúde mental ou de uso de álcool e outras drogas psicoativas; foram já concluídas a primeira etapa das visitas às famílias para identificação e rastreamento de problemas e de fontes de apoio e encontra-se em fase de conclusão a visitas familiares para aplicação dos instrumentos Self Report Questionnaire (SRQ-20), Social Support Questionnaire (SSQ), Satisfação com Suporte (SSQ-S). Outra fase que se considera concluído é o trabalho desenvolvido junto aos Agentes Comunitários de Saúde (ACS). A fase de intervenção é a que se seguirá no segundo semestre de 2014, onde se realizará intervenção breve em pacientes com escore moderado e alto no ASSIST e haverá capacitação dos profissionais de saúde para dar continuidade a esse trabalho; os familiares/cuidadores e profissionais do serviço serão ainda convidados a participarem de um curso de Técnica de Solução de Problemas. A fase de avaliação será realizada um e seis meses após a fase de intervenção, sendo reaplicados os instrumentos de rastreamento; será realizada ainda entrevista individual para verificação do alcance dos objetivos previstos. Os dados serão tratados e analisados utilizando o SPSS (versão 16.0) e às informações obtidas mediante entrevista, serão trabalhadas através do Alceste. (AU)