Busca avançada
Ano de início
Entree

Metodologia de pesquisa e níveis nas categorias de resistência em genótipos de soja a Heliothis virescens (Fabricius, 1781) (Lepidoptera: Noctuidae)

Processo: 14/08373-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2014
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitossanidade
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Arlindo Leal Boica Junior
Beneficiário:Wellington Ivo Eduardo
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Assunto(s):Entomologia agrícola   Controle de pragas   Pragas de plantas   Lagartas   Glycine max   Soja   Resistência genética vegetal

Resumo

Nas últimas safras aumentou-se os prejuízos nas lavouras de soja oriundos do ataque de Heliothis virescens (Fabricius, 1781) (Lepidoptera: Noctuidae), por ser uma praga de difícil controle, que migra crescentemente para a cultura. Com isso, estudos que visam identificar genótipos de soja resistente e a padronização de uma metodologia de pesquisa específica para este inseto-praga, são necessários. Sendo assim, o objetivo deste trabalho avaliar metodologias de pesquisas e níveis nas categorias de resistência em genótipos de soja a H. virescens. Na padronização de uma metodologia de pesquisa específica para este inseto, será realizado, teste de atratividade e não preferência para alimentação, avaliando as densidades de lagartas mais adequadas aos discos foliares; estrutura vegetais e idade das plantas mais propicias às lagartas; em relação a não preferência para oviposição, serão avaliadas a quantidade de casais por gaiolas e a idade da planta, mais adequada para oviposição; no teste de antibiose serão avaliados, diferentes densidades de insetos e recipientes, e a estrutura vegetal mais adequada para este teste. Com base nos resultados obtidos, será determinada a metodologia mais adequada, para ser utilizada nos testes de atratividade, não preferência para alimentação e oviposição e antibiose, com genótipos de soja a H. virescens. Será utilizado o delineamento inteiramente casualizado em todos os testes, com exceção da antibiose na metodologia pesquisa, em que, será realizado um arranjo fatorial 3 x 2, três densidades de insetos em dois recipientes. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
EDUARDO, Wellington Ivo. Metodologia de pesquisa, níveis nas categorias de resistência constitutiva em genótipos de soja e resistência induzida a Heliothis virescens e os mecanismos de defesas envolvidos. 2018. Tese de Doutorado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias..

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.