Busca avançada
Ano de início
Entree

Revisão sistemática dos gastrópodes terrestres (Mollusca: Gastropoda) e análise filogenética de Pulmonata da Floresta atlântica do Sul do Brasil

Processo: 14/00817-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2014
Vigência (Término): 30 de julho de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Taxonomia dos Grupos Recentes
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Luiz Ricardo Lopes de Simone
Beneficiário:Eduardo Colley
Instituição-sede: Museu de Zoologia (MZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Mollusca   Paraná   Malacologia

Resumo

A pesquisa sobre moluscos terrestres tem avançado em nível global nas ultimas décadas. Porém, no Brasil, o nível de conhecimento sobre o grupo permanece incipiente. Sabe-se que a malacofauna terrestre apresenta importância ambiental para a manutenção dos ecossistemas e como invasora em ambientes exógenos, causando prejuízos econômicos e transmitindo doenças. O presente estudo parte da premissa que a malacofauna em florestas sub-tropicais são extremamente diversificadas e complexas, e a região do estado do Paraná representa um excelente modelo para tal inferência em relacão a diversidade de gastrópodes e heterogeneidade ambiental. Sabe-se que o primeiro passo para qualquer pesquisa cientifica é conhecer aquilo que se pretende estudar e sendo este o pre-requisito fundamental especialmente para as ciências biológicas. O estudo tem por objetivo geral a revisão sistemática dos gastrópodes terrestres e análise filogenética de Pulmonata da área de Floresta Atlântica correspondente ao Estado do Paraná. Objetivos específicos: 1. Redescrever as especies conhecidas e descrever as especies novas através da anatomia comparada e do registro da área de ocorrência e distribuição; 2. Criar uma chave de identificação para famílias. 3. Elaborar uma lista oficial dos gastrópodes terrestres exóticos invasores do Paraná. 4. Apresentar uma classificação sistemática filogenética para as 121 especies nativas utilizando a morfologia comparada como fonte de informação. O material de estudo corresponderá a 148 espécies de moluscos terrestres do Paraná, depositados no MZUSP (2.875 lotes), MHNCI (197 lotes), MNRJ (194 lotes), ANSP (122 lotes) e MCZ (8 lotes) e será desenvolvido no Laboratório de Malacologia do MZUSP (2014-2015). (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)