Busca avançada
Ano de início
Entree

O envolvimento das modificações NO-dependentes no controle da transcrição gênica de Trypanosoma cruzi durante sua adesão à matriz extracelular do hospedeiro

Processo: 14/10046-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2014
Vigência (Término): 31 de julho de 2017
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Bioquímica de Microorganismos
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Anamaria Aranha Camargo
Beneficiário:Rubens Daniel Miserani Magalhães
Instituição-sede: Hospital Sírio-Libanês. Sociedade Beneficente de Senhoras (SBSHSL). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Trypanosoma cruzi   Controle gênico   Cromatina   Genômica

Resumo

A doença de Chagas é uma doença negligenciável com maior incidência em países da América Latina. A expressão gênica em T. cruzi é regulada principalmente em nível pós-transcricional, o que ressalta a importância de modificações de proteínas associadas com a cromatina no controle desse processo em tripanosomatídeos. Já é bem conhecido o envolvimento de modificações NO-dependentes com a regulação da transcrição em células animais, e cada vez mais evidências se acumulam referente a esse tipo de regulação em células de plantas. Esse tipo de regulação pode ser feito diretamente, por meio da modificação de fatores de transcrição, ou indiretamente, por meio de proteínas secundárias fundamentais ligadas ou não ao controle epigenético. As modificações NO dependentes também estão envolvidas com a modulação de proteínas responsáveis pela resposta de T. cruzi após o contato com elementos do hospedeiro, como a matriz extracelular. Nesse contexto, foi verificado que a nitração de resíduos de tirosina das histonas H2A e H4 em tripomastigotas de T. cruzi, e que mudanças no perfil dessa modificação podem estar envolvidas com o controle da expressão gênica durante a adesão do parasita à matriz extracelular. A técnica de ChIP-seq é uma metodologia inovadora que utiliza o sequenciamento de nova geração para identificação de sequências da cromatina ligadas a proteínas de interesse, gerando mapas de interação proteína-DNA. Esse trabalho pretende identificar a contribuição das modificações dependentes de NO em proteínas associadas com a cromatina para o controle da expressão gênica de T. cruzi usando a técnica de ChIP-Seq. (AU)