Busca avançada
Ano de início
Entree

Terapia fonoaudiológica na qualidade de vida de pacientes com a síndrome de apneia obstrutiva do sono

Processo: 14/10337-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2014
Vigência (Término): 31 de julho de 2015
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fonoaudiologia
Pesquisador responsável:Silvana Bommarito Monteiro
Beneficiário:Renata da Silva
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Qualidade de vida   Apneia obstrutiva do sono   Reabilitação (terapêutica médica)

Resumo

Introdução: Os pacientes com apneia obstrutiva do sono (AOS), paradas respiratórias devido ao colabamento das paredes da faringe, apresentam redução da qualidade de vida (QV) devido aos seus sintomas diurnos, que restringem suas atividades sociais. Os estudos disponíveis sobre a qualidade de vida após o tratamento com pressão positiva contínua (CPAP) não são conclusivos, e poucos estudos avaliaram a qualidade de vida após o tratamento com a fonoterapia ou outros métodos que aumentam o tônus dos músculos das vias aéreas superiores, ou com uma combinação destas terapias. Objetivo: avaliar o efeito da terapia fonoaudiológica na qualidade de vida em mulheres com SAOS usando questionários. Métodos: Serão analisados os prontuários de pacientes do sexo feminino com SAOS. Todos os pacientes realizaram tratamento mioterápico durante três meses e foram avaliados antes e após o tratamento com questionários de qualidade de vida (Functional Outcomes of Sleep Questionnaire - FOSQ, World Health Organization Quality of Life - WHOQoL-Bref, and SF-36®), a escala de sonolência excessiva (Escala de Sonolência Epworth - ESS), a polissonografia (PSG), e avaliação fonoaudiológica, propriamente dita. Posteriormente será realizada análise estatística apropriada. (AU)