Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo de protonação e deprotonação da polianilina como filme sensível em sensores de pH na configuração EGFET

Processo: 14/12440-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2014
Vigência (Término): 31 de julho de 2015
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Elétrica
Pesquisador responsável:Marcelo Mulato
Beneficiário:José Renato Alcarás
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Polianilina

Resumo

Nesse projeto, pretendemos realizar um estudo de sensores pH do tipo EGFET (Extended Gate Field-Effect Transistor) de forma a aprimorá-los para pesquisas e aplicações posteriores. Estudaremos as consequências da aplicação de potenciais de referência diferentes de zero presentes em um específico sistema EGFET e sua influência nas características de filmes de polianilina (PANI) eletrodepositada usados como membranas sensíveis à pH. Busca-se a influência desse potencial na mudança da sensibilidade (resposta elétrica em função do pH) do filme e da estrutura propriamente dita do polímero através do uso de técnicas ópticas.Uma vez estudados os efeitos da protonação do filme, pretende-se estudar a durabilidade do filme, submetendo-o a diversas medidas consecutivas e estudando a intensidade dessas medidas em sua sensibilidade. Ainda, pretende-se estudar métodos para reverter a protonação, através de técnicas eletroquímicas e físicas. Ao fim, pretende-se compreender por completo a influência de potenciais elétricos em meio ácido nas alterações estruturais do polímero, para obtenção de filmes de diferentes sensibilidades.Resultados prévios já indicam o efeito de protonação da PANI, reduzindo sua sensibilidade, para um dado potencial de referência (4,5V). Conseguiu-se reverter o processo causado para esse caso, motivando o estudo para diferentes potenciais.