Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise do posicionamento imediato de implantes dentários após elevação do assoalho do seio maxilar de coelho com Gingistat®: análise tomográfica, histomorfométrica e imunoistoquímica

Processo: 14/06660-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2014
Vigência (Término): 31 de julho de 2015
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Cirurgia Buco-maxilo-facial
Pesquisador responsável:Idelmo Rangel Garcia Junior
Beneficiário:Lara Cristina Cunha Cervantes
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araçatuba. Araçatuba , SP, Brasil
Assunto(s):Cirurgia bucomaxilofacial   Implantes dentários   Substitutos ósseos   Reparo ósseo   Seio maxilar   Colágeno tipo I   Coelhos   Tomografia   Imuno-histoquímica

Resumo

Gingistat® é um material a base de colágeno tipo I equino, sob a forma de compressas que apresenta atividade hemostática devido à sua aderência, absorção de líquidos e propriedade de geleificação, auxiliando na formação do coágulo sanguíneo. A proposta deste estudo é avaliar o processo de ossificação do substituto ósseo Gingistat® bem como o posicionamento de implantes de titânio inseridos em mesmo tempo cirúrgico que o processo de regeneração óssea guiada de levantamento do assoalho do seio maxilar por meio de análises tomográficas, histomorfométrica e imunoistoquímica. Para tal serão utilizados 12 (doze) coelhos da raça Nova Zelândia, variação "albinus", machos, adultos, com idade aproximada de 5 (cinco) meses e peso corporal entre 3 a 4 Kg que serão submetidos à cirurgia de elevação da membrana do seio maxilar bilateral por acesso nasal. O seio maxilar do lado direito será preenchido por Gingistat® e do lado esquerdo por coágulo sanguíneo, seguida da instalação bilateral imediata de implante dentário de titânio de 3,6 x 6,5 mm. Após períodos de 7 e 40 dias os animais sofrerão eutanásia e a maxila será removida para processamento e análises tomográfica, histomorfométrica e imunoistoquímica. A análise estatística será conduzida por meio da comparação entre o grupo controle e o tratado. O teste estatístico a ser empregado dependerá da distribuição desses dados em relação à curva de normalidade.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)