Busca avançada
Ano de início
Entree

Uma mirada em dois projetos e concepções sul-americanas de TV pública digital. análise comparativa entre TV Brasil e canal 7 Argentina

Processo: 14/09514-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2014
Vigência (Término): 31 de julho de 2015
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Comunicação - Rádio e Televisão
Pesquisador responsável:Antonio Francisco Magnoni
Beneficiário:Jéssica Monteiro de Godoy
Instituição-sede: Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação (FAAC). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Bauru. Bauru , SP, Brasil
Assunto(s):Televisão pública

Resumo

A presente pesquisa de Iniciação Científica (IC) propõe analisar o papel da TV Pública com tecnologia digital no Brasil e na Argentina, países com diversas similaridades nos contextos econômicos, sociais, políticos e culturais. Para tanto, estudaremos os recentes projetos governamentais nos dois países de televisão pública.O governo argentino investiu na modernização do Canal 7 (antigo Argentina Televisora Color - ATC), uma emissora de quase seis décadas de funcionamento, que foi praticamente refundada a partir da digitalização, para servir de "cabeça de rede" da nova televisão pública. No Brasil, o governo criou no final de 2007, a Empresa Brasil de Comunicação (EBC), estrutura administrativa que opera a rede de televisão pública da "TV Brasil". Ambos os projetos prometem construir e gerir sistemas nacionais abertos, modernos e competitivos de TV Pública Digital Aberta (TVPDA).A pesquisa de Iniciação Científica (IC) também deverá descrever e comparar de modo sucinto, a evolução histórica da radiodifusão - evidenciando a Televisão como um veículo em permanente disputa comunicacional, política, ideológica, publicitária, cultural e econômica -, assim como os modelos de televisão pública e comercial em cada um dos países.A estudante de Jornalismo pretende confrontar o desenvolvimento de uma estrutura nacional de televisão pública iniciada no final da primeira década do atual século, pelos governos federais de Brasil e Argentina, a partir de um projeto compartilhado de tecnologia para digitalização de redes de televisão aberta. A pesquisa será viabilizada com análises bibliográficas atualizadas sobre o tema, com o rastreamento de informações midiáticas sobre a evolução dos projetos de Televisão Digital, e também com a realização de entrevistas presenciais ou mediadas, com gestores e profissionais dos veículos públicos, pesquisadores e espectadores. Portanto, será utilizada a análise empírica e também a comparativa, para observar e confrontar as formas de desenvolvimento das duas estruturas nacionais de televisão com investimentos governamentais. A finalidade será verificar as boas possibilidades e também os possíveis entraves para a evolução adequada dos dois projetos. Portanto, deverão ser averiguados os caminhos imediatos e os horizontes mais distantes da Televisão Pública de Brasil e Argentina, no que diz respeito à audiência, conteúdo, estrutura, modelo e legislações.