Busca avançada
Ano de início
Entree

Situações de aprendizagem usando tecnologia assistiva na sala de recurso multifuncional para um estudante com Deficiência intelectual

Processo: 13/26608-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2014
Vigência (Término): 31 de julho de 2015
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Educação - Tópicos Específicos de Educação
Pesquisador responsável:Klaus Schlünzen Junior
Beneficiário:Ana Virginia Isiano Lima
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Presidente Prudente. Presidente Prudente , SP, Brasil
Assunto(s):Política educacional   Educação especial   Deficiência intelectual   Tecnologia assistiva   Inclusão escolar   Escolarização   Estudantes

Resumo

A escola brasileira historicamente se caracterizou como uma instituição que delimita a escolarização apenas a um grupo, processo de exclusão que foi legitimada nas políticas e práticas educacionais. Em 2001, com as Diretrizes Nacionais para a Educação Especial na Educação Básica, ficou determinado que os sistemas de ensino teriam o dever de matricular todos os estudantes, inclusive os estudantes com deficiência. A partir disso, as Diretrizes ampliaram o caráter da Educação Especial para a realização do Atendimento Educacional Especializado (AEE) como serviço de apoio complementar e/ou suplementar à classe comum. O AEE é destinado aos Estudantes Público Alvo da Educação Especial (EPAEE) - pessoas com deficiência, transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades/superdotação, e é realizado nas Salas de Recursos Multifuncionais (SRM) dentro da escola regular. Com o objetivo de analisar as práticas e estratégias de uso de Tecnologia Assistiva (TA) utilizadas pelos professores do AEE nas SRM das escolas públicas municipais e estaduais do Estado de São Paulo, a Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho", mediante o Grupo de Pesquisa Ambientes Potencializadores para a Inclusão (API) da Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT) de Presidente Prudente/SP propôs um projeto ao Observatório da Educação (OBEDUC). A partir da proposta do OBEDUC, o presente projeto tem como objetivo criar situações de aprendizagem durante os atendimentos que ocorrem na SRM do Centro de Promoção para a Inclusão Digital, Escolar e Social (CPIDES), visando a inclusão escolar de um estudante diagnosticado com Deficiência Intelectual (DI), com o intuito de desenvolver sua autonomia e aprendizagem significativa.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)