Busca avançada
Ano de início
Entree

A arquitetura senhorial-escravista nas cidades do café: Vale do Paraíba, século XIX

Processo: 14/09898-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2014
Vigência (Término): 08 de março de 2017
Área do conhecimento:Ciências Humanas - História - História do Brasil
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Rafael de Bivar Marquese
Beneficiário:Marcelo Rosanova Ferraro
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):14/21481-0 - A arquitetura senhorial-escravista nas cidades do café - Vale do Paraíba, século XIX, BE.EP.MS
Assunto(s):História do Brasil Império   Escravidão   Arquitetura   Sociedade colonial   Cafeicultura   Vale do Paraíba   Século XIX

Resumo

O objeto da presente pesquisa é a arquitetura senhorial-escravista nas cidades no Vale do Paraíba oitocentista. Embora diversos estudos atentem para a relevância política e econômica do Vale do Paraíba durante o período imperial brasileiro, pouca atenção tem sido dada a seus núcleos urbanos, geralmente preteridos em favor de investigações sobre o mundo rural das fazendas. Por sua vez, os estudos sobre arquitetura e urbanismo da região têm se limitado aos aspectos formais e às técnicas construtivas. A proposta desta pesquisa é analisar a sociedade senhorial-escravista do Vale do Paraíba com foco em suas dimensões materiais, espaciais e visuais, tendo por objetivo compreender o papel da arquitetura na sociedade imperial brasileira. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
FERRARO, Marcelo Rosanova. A arquitetura da escravidão nas cidades do café, vassouras, século XIX. 2017. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.