Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento dè nanocarreadores lipídicos sólidos funcionalizados com folato encapsulando quercetina Pará a terapia dò câncer de bexiga

Processo: 13/24308-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2014
Vigência (Término): 31 de agosto de 2016
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia - Farmacotecnia
Pesquisador responsável:Priscyla Daniely Marcato Gaspari
Beneficiário:Letícia Bueno Silva
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Quercetina   Neoplasias da bexiga   Nanotecnologia farmacêutica   Folato

Resumo

O carcinoma da bexiga urinária (CB) é a segunda doença maligna mais comum do trato urinário sendo que no Brasil ocorrem cerca de 3167 óbitos por ano decorrem deste tipo de câncer. Atualmente as principais terapias do CB incluem a imunoterapia com BCG e quimioterapia. Porém a eficácia destas terapias é baixa, apresentam um alto índice de recorrência e vários efeitos adversos. Desta forma, há uma procura por novas estratégias terapêuticas como, por exemplo, o uso de compostos provenientes do metabolismo secundários de plantas, como a quercetina. A quercetina é um flavanóide que apresenta propriedades antioxidantes e anticarcinogênica atuando em diferentes mecanismos moleculares que são interessantes para a terapia do câncer. Porém, a aplicação destas moléculas no tratamento de CB pela via intravesical é um desafio, já que as moléculas apresentam baixa permeabilidade no urotélio e baixo tempo de residência do fármaco no local, devido ao esvaziamento e preenchimento periódico da bexiga, além de serem necessárias várias administrações, o que ocasiona alta incidencia de infecções e dores locais. Assim, uma estratégia para conseguir transpor estes desafios é a aplicação da nanomedicina, mais especificamente, dos sistemas de liberação sustentada. Este tipo de sistema além de apresentar uma liberação sustentada dos fármacos pode direcioná-los para células tumorais, aumentado, assim, a eficácia da terapia e diminuindo os efeitos adversos. Nesta linha, este projeto visa o desenvolvimento e caracterização de carreador lipídio nanoestruturado funcionalizado com folato como sistemas de carreamento de quercetina, visando a obtenção de um sistema alvo-específico para células tumorais. As partículas funcionalizadas serão preparadas pelo método de emulsão e sonicação e serão caracterizadas quanto ao diâmetro e potencial zeta por espectroscopia de correlação de fótons, a morfologia por microscopia de força atômica e a cristalinidade por calorimetria exploratória de varredura. Além disso, será avaliada a eficiência de encapsulamento e o perfil de liberação da quercetina. A eficácia dos sistemas nanoestruturados desenvolvidos será avaliada por ensaios de atividade antioxidante da quercetina livre e encapsulada, avaliação da citotoxicidade in vitro da quercetina livre e encapsulada em células de câncer de bexiga e avaliação da capacidade de internalização ("uptake") das nanopartículas em células de câncer de bexiga por imagens usando microscopia confocal de varredura a laser.

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
SILVA, Letícia Bueno. Preparação, caracterização e avaliação do potencial citotóxico in vitro de carreadores lipídicos nanoestruturados funcionalizados com folato encapsulando quercetina em células de câncer de bexiga. 2016. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto Ribeirão Preto.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.