Busca avançada
Ano de início
Entree

Abordagem investigativa em fendas labiopalatais e cardiopatias congênitas relacionadas à síndrome de deleção 22q11.2 por meio das técnicas de Open Array e aGH

Processo: 14/04675-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de setembro de 2014
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Humana e Médica
Pesquisador responsável:Vera Lúcia Gil da Silva Lopes
Beneficiário:Matheus de Mello Copelli
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:11/23794-7 - Abordagem investigativa em fendas labiopalatais e cardiopatias congênitas relacionadas à síndrome de deleção 22q11.2 por meio das técnicas de open array e aGH, AP.R
Assunto(s):Cardiopatias congênitas   Fenda labial   Síndrome da deleção 22q11

Resumo

As fendas labiopalatais (FLP) ocorrem em 1:600 a 1000 recém-nascidos, sendo mais comumente encontrada na forma isolada. A Síndrome de Deleção 22q11.2 (S. Del 22q11.2), com prevalência de 1:2.000 a 7.000 nascimentos, é principalmente caracterizada por anomalias múltiplas, incluindo fendas orais e cardiopatias. Os objetivos desta proposta são: 1) verificar a associação entre 243 tagging SNPs em 38 genes candidatos em FLP isolada, em um estudo de caso-controle (525 indivíduos), por meio da técnica de Open Array; 2) investigar variações no número de cópias do DNA (copy number variations - CNVs) em pacientes com suspeita clínica da S. Del 22q11.2, confirmada ou não laboratorialmente, que apresentam cardiopatias congênitas à ela relacionadas, pelo método de hibridação genômica em arrays (array Genomic Hybridization - aGH) pelo chip CytoScan HD, Affymetrix® (aproximadamente 200 casos). Trata-se de um estudo complementar a projetos deste mesmo grupo de pesquisa (Fapesp nos. 2008/50421-4, 2008/105960 e 2009/08756-1), utilizando as informações coletadas de maneira padronizada pela Base Brasileira de Dados Clínicos e Familiais de Fendas Orofaciais Típicas (BD) e por protocolo clínico de investigação da S. Del 22q11.2. O grupo controle constará de indivíduos saudáveis e sem FLP em três gerações, cujas amostras de DNA já foram armazenadas. Justifica-se este estudo pelos seguintes motivos: 1. Identificação da contribuição genética nas FLPs comprovadamente isoladas na população brasileira por meio de técnica de ponta; 2. Caracterização da relevância das CNVs e da deleção 22q11.2 na gênese da S. Del 22q11.2 e cardiopatias específicas. Se necessário, serão utilizadas técnicas complementares para confirmação dos resultados. Inicialmente, a análise dos dados será descritiva. Este estudo possivelmente sugerirá áreas a serem mais profundamente pesquisadas ou, até mesmo, poderá detectar novos genes associados à FLPs e à S. Del 22q11.2 e cardiopatias. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.