Busca avançada
Ano de início
Entree

Sistemática de Neoplecostomus Eigenmann & Eigenmann, 1888 (Siluriformes: Loricariidae: Neoplecostominae)

Processo: 13/24047-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2014
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2017
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Taxonomia dos Grupos Recentes
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Francisco Langeani Neto
Beneficiário:Breno Neves de Andrade
Instituição-sede: Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas (IBILCE). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José do Rio Preto. São José do Rio Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Osteichthyes   Peixes (classificação)   Peixes de água doce   Cascudo   Sistemática

Resumo

Neoplecostomus é composto por treze espécies válidas, foi descrito inicialmente como subgênero por Eigenmann & Eigenmann (1888) para Plecostomus microps Steindachner, 1876, do Rio de Janeiro, bacia do Rio Paraíba do Sul e para alocarem Hypostomus granosus Valenciennes, 1840, de Caiena e do Rio de Janeiro, em Plecostomus (Neoplecostomus) granosus. As espécies do gênero são diagnosticadas por possuírem o lábio inferior com duas ou três séries de papilas bem desenvolvidas e proeminentes após cada série de dentes do dentário, mais conspícuas que as outras presentes no restante do lábio e por possuir o ventre recoberto parcialmente por um escudo, entre as nadadeiras peitorais e pélvicas, formado por pequenas placas e limitado por áreas nuas. De acordo com as relações filogenéticas propostas para Neoplecostominae com dados morfológicos, Neoplecostomus é monofilético e grupo irmão de Isbrueckerichthys, divergindo da hipótese baseada em dados moleculares mais recente, que aponta Neoplecostomus não monofilético e com N. ribeirensis mais relacionado à Isbrueckerichthys. Desta forma, o presente trabalho objetiva testar sua monofilia e analisar as intra e inter-relações filogenéticas do gênero; revisar Neoplecostomus bem como suas espécies válidas; propor uma hipótese de relacionamento filogenético baseado em dados morfológicos, entre suas espécies e do gênero e descrever as possíveis espécies novas. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ANDRADE, BRENO; ANGULO, ARTURO; SANTOS, ANA CLAUDIA; CHEROBIM, ARIELI M.; LANGEANI, FRANCISCO. Annotated catalog of the type specimens deposited at the fish collection of the ``Universidade Estadual Paulista, Campus de Sao Jose do Rio Preto{''}, Sao Paulo, Brazil (DZSJRP). Zootaxa, v. 4319, n. 3, p. 435-460, SEP 13 2017. Citações Web of Science: 0.
MARTINS, FERNANDA O.; CHEROBIM, ARIELI M.; ANDRADE, BRENO N.; LANGEANI, FRANCISCO. Microlepidogaster negomata, a new hypoptopomatine catfish (Loricariidae: Hypoptopomatinae) from Rio Sao Francisco basin, southeastern Brazil. Zootaxa, v. 4276, n. 2, p. 233-244, JUN 12 2017. Citações Web of Science: 1.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
ANDRADE, Breno Neves de. Sistemática de neoplecostomus Eigenmann & Eigenmann, 1888 (Siluriformes : Loricariidae: Neoplecostominae). 2017. 433 f. Tese de Doutorado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas..

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.