Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo da distribuição espacial de infecções por vírus respiratórios adquiridas na comunidade em lactentes hospitalizados Study of spatial location of community acquired respiratory infections in hospitalized infants

Processo: 14/06162-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2014
Vigência (Término): 31 de agosto de 2015
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Saúde Materno-infantil
Pesquisador responsável:Sandra Elisabete Vieira
Beneficiário:Ana Carolina Aguiar Kuhne
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Síndrome respiratória aguda grave   Vírus sinciciais respiratórios   Distribuição espacial   Lactentes   Registros médicos   Estudos retrospectivos

Resumo

As infecções por vírus respiratórios estão entre as principais morbidades do lactente. A análise geográfica da ocorrência de infecções por vírus causadores pode trazer informações importantes que permitam uma abordagem direcionada para prevenção da aquisição. O sistema de Geocodificação, permite a visualização de áreas de risco na disseminação de determinada doença e de padrões de progressão, permitindo estabelecimento de intervenções e estratégias profiláticas. No presente estudo será analisada a distribuição geográfica dos possíveis locais de aquisição (como residências e creches) das infecções por VSR em lactentes hospitalizados. Será realizado um estudo retrospectivo que incluirá lactentes menores de 12 meses, com doença respiratória aguda, hospitalizados no HU-USP entre fevereiro e agosto de 2013 e com identificação de vírus respiratórios em aspirado de nasofaringe. Serão excluídos aqueles com internações ou viagens nos últimos sete dias. Os dados clínicos e demográficos serão coletados dos prontuários. Os endereços serão geocodificados em coordenadas espaciais de latitude e longitude por meio de GPS (Global Position System). A base de dados cartográfica e rotinas computacionais de geocodificação serão fornecidas pelo sistema Google Maps®. Somente dados postais (logradouro, número, CEP, cidade, estado e país) serão enviados ao servidor de geocodificação do Google (www.google.com.br) durante a comunicação sistêmica, garantindo assim a confidencialidade das informações do paciente. Os resultados pretendem contribuir para o entendimento da distribuição dos casos dentro do território abrangido pelo Hospital Universitário da USP e para identificação de possíveis focos e características de transmissão dos vírus dentro da comunidade assistida pelo serviço e podem contribuir como um modelo a ser facilmente aplicado a outros serviços.