Busca avançada
Ano de início
Entree

Mecanismos da modulação da anexina A1 sobre a expressão da proteína translocadora (TSPO)

Processo: 13/25903-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2014
Vigência (Término): 31 de março de 2016
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Sandra Helena Poliselli Farsky
Beneficiário:Lorena Do Nascimento Pantaleão
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCF). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Anexina A1   Microglia

Resumo

A Proteína Translocadora (18 kDa) (TSPO) consiste um sítio de ligação para os benzodiazepínicos (BZ) no sistema nervoso central (SNC) e em tecidos periféricos, e sua participação na gênese de câncer e doenças inflamatórias tem sido altamente evidenciada nos últimos anos. A anexina A1 (ANXA1), uma proteína secretada por diferentes tipos celulares, medeia a ação anti-inflamatória dos glicocorticoides, em especial sobre o tráfego de neutrófilos na microcirculação e na fagocitose de neutrófilos apoptóticos por macrófagos. Recentemente mostramos que ligantes de TSPO afetam a interação leucócito-endotélio e a quimiotaxia de neutrófilos induzidos pela ativação de receptores ligados à proteína G (GPCR), e que este efeito pode ser modulado pelos glicocorticoides endógenos (GE). Desta forma, o presente projeto visa avaliar a participação da ANXA1 sobre a expressão e função dos TSPO em células do sistema nervoso central com papel na resposta imune. Para tanto, serão empregados camundongos, adultos, machos da linhagem Balb/C, selvagens ou geneticamente depletados da proteína ANXA1 (ANXA1-/-). Células da glia (micróglia amebóide), bem como células de linhagem BV2, silenciadas ou com super-expressão para ANXA1, serão utilizadas para: 1) análise da expressão de TSPO em condições basais e de estimulação in vitro pelo lipopolissacarídeo (LPS); 2) imunocitoquímica para a localização do TSPO nas condições de tratamento acima mencionadas; 3) ensaio de PCR em tempo real e Western Blot para avaliação de expressão gênica e proteica do TSPO e de outros mediadores do processo inflamatório 4) avaliação da expressão de citocinas por citometria de fluxo (CBA - cytometric bead array). Em conjunto, este trabalho contribuirá para complementar os trabalhos iniciados no laboratório, que visam elucidar as bases moleculares do controle e resolução do processo inflamatório pela ANXA1 e para fundamentar a colaboração com o Dr. Mauro Perretti e Dra Egle Solito, ambos do William Harvey Research Institute of London, colaboradores deste estudo. Salientamos que as metodologias empregadas neste projeto estão sendo implantadas pela realização do mesmo e que foram introduzidas no laboratório com a vista da recente da Dra Egle Solito, financiada pela FAPESP. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
PANTALEAO, LORENA; OLIVEIRA ROCHA, GUSTAVO HENRIQUE; REUTELINGSPERGER, CHRIS; TIAGO, MANOELA; MARIA-ENGLER, SILVYA STUCCHI; SOLITO, EGLE; FARSKY, SANDRA P. Connections of annexin A1 and translocator protein-18 kDa on toll like receptor stimulated BV-2 cells. Experimental Cell Research, v. 367, n. 2, p. 282-290, JUN 15 2018. Citações Web of Science: 3.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.