Busca avançada
Ano de início
Entree

Política externa, inteligência e informação na segurança internacional

Processo: 14/01393-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2014
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Ciência Política - Política Internacional
Pesquisador responsável:Suzeley Kalil Mathias
Beneficiário:Camila Gomes de Assis
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Humanas e Sociais (FCHS). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Franca. Franca , SP, Brasil
Assunto(s):Estados Unidos   Segurança nacional   Defesa nacional   Tecnologias da informação e comunicação

Resumo

O objetivo desta pesquisa é estudar e discutir a influência do desenvolvimento das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC), do século XXI, nas relações internacionais, priorizando o papel que estas desempenham na condução da política externa norte-americana. Tendo por base que o desenvolvimento das TICs nos EUA tem como objetivo fundamental promover a segurança nacional do país, permitindo que as ameaças sejam debeladas antes que se tornem realidade interna, busca-se analisar e compreender até que ponto tal prática tem atingido de maneira plena a sua finalidade, isto é, promovido a segurança nacional, ou se tornado disfuncional, gerando novas demandas de políticas de segurança ao país, redundando no surgimento de novas ameaças. Para compreensão da problemática exposta serão analisadas bibliografias especializadas sobre o tema e seus correlatos - ciberespaço, guerra cibernética, guerra de informação e segurança cibernética -, visando identificar a influência destes elementos e a sua relevância na condução das relações internacionais. Ademais, a pesquisa aqui proposta busca realizar um levantamento das políticas de segurança cibernéticas norte-americanas, mediante a análise de documentos oficiais do Departament of Defense e da National Security Strategy, visando analisar o desenvolvimento destas políticas e identificar o crescimento de sua relevância para a construção da segurança nacional estadunidense. (AU)