Busca avançada
Ano de início
Entree

Infecção por Leishmania chagasi em mamíferos silvestres de vida livre em região de mata nativa, no município de Campinas, São Paulo

Processo: 14/13049-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2014
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2016
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Epidemiologia
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Maria Rita Donalisio Cordeiro
Beneficiário:Lais Moraes Paiz
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Doenças transmissíveis   Leishmania infantum   Mamíferos silvestres   Leishmaniose   Sorologia   Campinas (SP)

Resumo

A leishmaniose é uma enfermidade zoonótica transmitida por dípteros da subfamília Phlebotominae, cujo agente etiológico é o protozoário do gênero Leishmania spp. Um nítido processo de urbanização da leishmaniose visceral americana tem sido observado, embora esta seja primariamente silvestre, sendo o homem um hospedeiro acidental. Com relação a esta forma severa da leishmaniose, cuja espécie responsável é a Leishmania chagasi, o município de Campinas, em São Paulo, possui situação epidemiológica de município com transmissão canina desde 2009. Neste ano foi registrado o primeiro caso autóctone de leishmaniose visceral canina em um condomínio situado em Área de Proteção Ambiental (APA), evidenciando a necessidade de investigação epidemiológica e ações de vigilância. O presente trabalho tem por objetivo avaliar a presença de infecções por L. chagasi em mamíferos silvestres de vida livre da APA de Campinas e a ocorrência de um possível ciclo silvestre da LVA na região. Para tanto, serão realizadas capturas e colheita de sangue dos mamíferos a cada dois meses, durante um ano, com posterior pesquisa de anticorpos anti-Leishmania spp. pelo Teste de Aglutinação Direta (DAT) e Teste Imunocromatográfico Rápido (Kalazar-detect"), além de pesquisa de DNA de Leishmania spp. e L. chagasi pela técnica de Reação em Cadeia da Polimerase (PCR), com quantificação da carga parasitária por PCR em tempo real. Espera-se obter resultados que contribuam com a elucidação dos mecanismos exatos de transmissão e introdução da enfermidade na região. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
PAIZ, LAIS MORAES; MOTOIE, GABRIELA; RICHINI-PEREIRA, VIRGINIA BODELAO; LANGONI, HELIO; MENOZZI, BENEDITO DONIZETE; TOLEZANO, JOSE EDUARDO; DONALISIO, MARIA RITA. Antibodies and Molecular Detection of Leishmania (Leishmania) infantum in Samples of Free-Ranging Marmosets (Primates: Callitrichidae: Callithrix spp.) in an Area of Canine Visceral Leishmaniasis in Southeastern Brazil. VECTOR-BORNE AND ZOONOTIC DISEASES, v. 19, n. 4 OCT 2018. Citações Web of Science: 0.
DONALISIO, MARIA RITA; PAIZ, LAIS MORAES; DA SILVA, VANESSA GUSMON; RICHINI-PEREIRA, VIRGINIA BODELAO; BRUNO VON ZUBEN, ANDREA PAULA; CASTAGNA, CLAUDIO LUIZ; MOTOIE, GABRIELA; HIRAMOTO, ROBERTO MITSUYOSHI; TOLEZANO, JOSE EDUARDO. Visceral leishmaniasis in an environmentally protected area in southeastern Brazil: Epidemiological and laboratory cross-sectional investigation of phlebotomine fauna, wild hosts and canine cases. PLoS Neglected Tropical Diseases, v. 11, n. 7 JUL 2017. Citações Web of Science: 4.
PAIZ, LAIS MORAES; DONALISIO, MARIA RITA; RICHINI-PEREIRA, VIRGINIA BODELAO; MOTOIE, GABRIELA; CASTAGNA, CLAUDIO LUIZ; TOLEZANO, JOSE EDUARDO. Infection by Leishmania spp. in Free-Ranging Opossums (Didelphis albiventris) in an Environmentally Protected Area Inhabited by Humans in Southeastern Brazil. VECTOR-BORNE AND ZOONOTIC DISEASES, v. 16, n. 11, p. 728-730, NOV 2016. Citações Web of Science: 2.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.