Busca avançada
Ano de início
Entree

Mecanismos moleculares envolvidos na supressão da resposta imune aos helmintos: estudo da via de sinalização intracelular mediada pela interação de antígenos de Ascaris suum com DC-SIGN e MR em células dendríticas

Processo: 14/13085-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2014
Vigência (Término): 31 de agosto de 2017
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Celular
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Eliana Faquim de Lima Mauro
Beneficiário:Bruna Cristina Favoretto
Instituição-sede: Instituto Butantan. Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Ascaris suum   Imunossupressão   Células dendríticas   Glicoconjugados

Resumo

Produtos secretórios/excretórios de helmintos exercem efeito supressor sobre o sistema imune, garantindo sua sobrevivência no hospedeiro. Componentes de alta massa molecular (PI) do extrato de Ascaris suum atuam diretamente nas células dendríticas (DCs) modulando sua maturação, inibindo a expressão de moléculas coestimuladoras e MHC-II e proliferação de linfócitos T. Esse efeito do PI sobre as DCs é independente dos receptores do tipo Toll 2 e 4 (TLR2 e 4) e da molécula MyD88. No entanto, PI apresenta glicoconjugados contendo cadeias N-ligadas que interagem com os receptores de lectina tipo C, como DC-SIGN e MR. Essa interação de PI com DC-SIGN e MR resulta na inibição da ativação de DCs incubadas com LPS. Portanto, o bloqueio de DC-SIGN e MR impede a ligação do PI na DC e assim permite a maturação destas quando na presença de LPS e consequente ativação de linfócitos T. Este efeito inibitório observado com os antígenos de Asc (PI) sobre as DCs tem sido também descrito para outros helmintos como parte do mecanismo de escape destes parasitas do sistema imune. No entanto, os mecanismos moleculares envolvidos neste processo de imunossupressão são pouco conhecidos. Neste sentido, temos como objetivo deste projeto estudar as vias de sinalização intracelulares geradas pelo reconhecimento do PI pelo DC-SIGN e MR nas DCs e sua interferência sobre a ativação destas células na presença de ligante de TLR4. Pretendemos com esse estudo contribuir para novas descobertas sobre a modulação da via de TLR, como o TLR4, induzida por antígenos de helmintos via reconhecimento por CLRs nas DCs. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
FREITAS, A. P.; FAVORETTO, B. C.; CLISSA, P. B.; SAMPAIO, S. C.; FAQUIM-MAURO, E. L. Crotoxin Isolated from Crotalus durissus terrificus Venom Modulates the Functional Activity of Dendritic Cells via Formyl Peptide Receptors. JOURNAL OF IMMUNOLOGY RESEARCH, 2018. Citações Web of Science: 2.
FAVORETTO, BRUNA C.; CASABUONO, ADRIANA A. C.; PORTES-JUNIOR, JOSE A.; JACYSYN, JACQUELINE F.; COUTO, ALICIA S.; FAQUIM-MAURO, ELIANA L. High molecular weight components containing N-linked oligosaccharides of Ascaris suum extract inhibit the dendritic cells activation through DC-SIGN and MR. Molecular Immunology, v. 87, p. 33-46, JUL 2017. Citações Web of Science: 6.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.