Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito do estresse imunológico em ovelhas gestantes sobre o desempenho reprodutivo

Processo: 14/17837-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de setembro de 2014
Vigência (Término): 30 de setembro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Ecologia dos Animais Domésticos e Etologia
Pesquisador responsável:Cristiane Gonçalves Titto
Beneficiário:Karina Perez da Silva
Instituição-sede: Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos (FZEA). Universidade de São Paulo (USP). Pirassununga , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/25004-9 - Cortisol para cortisona: conversão benéfica sobre o estresse ao nascimento e desenvolvimento do cordeiro?, AP.R
Assunto(s):Citocinas   Bem-estar do animal   Lipopolissacarídeos   Imunoglobulinas

Resumo

Resumo: O objetivo do estudo é verificar a possível influência do estresse gestacional sobre as concentrações plasmáticas de imunoglobulinas e citocinas e sua relação com a viabilidade da cria no parto. O experimento será executado no setor de caprino e ovinocultura da Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos da Universidade de São Paulo, em Pirassununga-SP. Serão utilizadas 50 fêmeas Santa Inês, que depois de fertilizadas artificialmente com sêmen de machos da raça Santa Inês, serão aleatoriamente separadas em três tratamentos: GI com aplicação de Lipopolissacarídeo (LPS E.coli 0127:B8, Sigma Aldrich, EUA) aos 70 dias de gestação, GF com aplicação de LPS aos 120 dias de gestação (GF) e o grupo controle (GC). Serão analisados os níveis de imunoglobulinas (IgA, IgG, IgM) e citocinas (IL-1, IL-6, TNFalpha) e a data do parto, peso da cria, assim como o número de nascidos vivos x natimortos. A análise de variância será realizada através do PROC MIXED do SAS com comparação de médias por Tukey a 5% de significância. Espera-se encontrar relações entre o estresse em diferentes fases da gestação do animal e seu desempenho reprodutivo.