Busca avançada
Ano de início
Entree

Influência do enriquecimento ambiental na sensibilidade dolorosa de animais e no seu controle: possível interferência na expressão e ativação de receptores opioides

Processo: 13/20795-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2014
Vigência (Término): 30 de junho de 2017
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Farmacologia Geral
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Gisele Picolo
Beneficiário:Louise Faggionato Kimura Vieira
Instituição-sede: Instituto Butantan. Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Analgesia   Receptores opioides   Enriquecimento ambiental   Dor crônica

Resumo

A dor crônica é um grave problema de saúde pública, uma vez que muitos tipos de dores são, ainda hoje, intratáveis. Tem sido verificado que o enriquecimento ambiental (EA) é capaz de alterar a percepção a estímulos nociceptivos, bem como de aumentar a resposta analgésica induzida por opioides, sugerindo uma relação entre bem-estar e analgesia. Além disso, o EA diminui níveis de hormônios relacionados ao estresse (glicocorticoides) e o uso de antagonistas de receptores de glicocorticoides (GRs) diminui a dor crônica em modelo experimental. Diante destes dados, o objetivo do projeto é identificar alguns dos mecanismos responsáveis pela interferência do bem-estar animal na sensibilidade dolorosa de ratos a diferentes estímulos nociceptivos, com enfoque na via analgésica opioidérgica e no sistema dos glicocorticoides. Para tanto, grupos de animais com ou sem enriquecimento ambiental serão submetidos à avaliação da sensibilidade dolorosa, em modelos de dor aguda ou crônica frente a estímulos nociceptivos mecânicos e térmicos. A partir dos resultados obtidos, serão investigadas possíveis alterações tanto na expressão (imunofluorescência) quanto na ativação (utilizando-se anticorpos conformação-específicos sensíveis ao estado ativado) de receptores opioides em diferentes regiões do sistema nervoso periférico e central, bem como na atividade dos GRs. Ainda, os níveis endógenos de diferentes agonistas opioides e de glicocorticoides serão quantificados através de kits imunoenzimáticos (ELISA). Os resultados deste trabalho poderão contribuir para o entendimento de mecanismos envolvidos em diferentes estados dolorosos observados na clínica e sua relação com o estresse, auxiliando na busca pelo controle adequado de diferentes estados dolorosos. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
KIMURA, LOUISE FAGGIONATO; DE MOURA MATTARAIA, VANIA GOMES; PICOLO, GISELE. Distinct environmental enrichment protocols reduce anxiety but differentially modulate pain sensitivity in rats. Behavioural Brain Research, v. 364, p. 442-446, MAY 17 2019. Citações Web of Science: 3.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.