Busca avançada
Ano de início
Entree

Raios ascendentes

Processo: 14/10299-6
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2014
Vigência (Término): 31 de outubro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências
Pesquisador responsável:Marcelo Magalhães Fares Saba
Beneficiário:Carina Schumann
Supervisor no Exterior: Wolfgang Schulz
Instituição-sede: Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (Brasil). São José dos Campos , SP, Brasil
Local de pesquisa: Austrian Lightning Detection and Information System (ALDIS), Áustria  
Vinculado à bolsa:13/05784-0 - Caracterização dos raios ascendentes a partir de observações de câmeras de alta resolução temporal e medidas de campo elétrico, BP.DR
Assunto(s):Tempestades   Raios ascendentes   Relâmpago   Campo elétrico

Resumo

Estudos de relâmpagos ascendentes iniciam na década de 30 com McEachron (1939). O interesse por esse assunto tem crescido recentemente por causa da rápida expansão da geração de energia eólica. Além disso, com o aumento do número de edifícios altos e torres, haverá um aumento correspondente do número de ascendentes relâmpagos que se originam nestas estruturas. No Brasil, este estudo teve início em janeiro de 2012, quando o Grupo ELAT do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais-INPE registrou com uma câmera de vídeo de alta velocidade o primeiro raio ascendente a partir de torres situadas sobre o pico do Jaraguá em São Paulo. Contudo, as pesquisas ainda estão começando a desvendar a natureza destes raios e muito precisa ser aprendido. Entre outras questões, saber como ocorre a sua iniciação é de fundamental importância. Entre outros estudos de relâmpagos ascendentes encontramos: os associados a tempestades de inverno no Japão ( Wang e Takagi , 2010 , e Lu et al, 2009), a tempestades de verão na Europa (Miki et al, 2005 ; Flache et al, 2008; Diendorfer et al, 2009; Zhou et al , 2011) e na América do Norte (Mazur e Ruhnke , 2011; Hussein et al. , 2011; Warner, 2011, Warner et al. , 2011, 2012). O principal objetivo do doutorando (Bolsa FAPESP 2013/05784-0) é entender o início dos raios ascendentes. As características deste tipo de raios podem ser obtidas por meio de sensores de campo elétrico, câmeras de alta velocidade e as medições de corrente contínua. O instituto escolhido para a realização deste trabalho (estágio no exterior) é o Austrian Lightning Detection and Information System - ALDIS, o mesmo instituto que desenvolveu alguns dos sensores em uso pelo grupo ELAT no INPE e está realizando medições diretas de corrente em torres na Áustria. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SABA, MARCELO M. F.; SCHUMANN, CARINA; WARNER, TOM A.; FERRO, MARCO ANTONIO S.; DE PAIVA, AMANDA ROMAO; HELSDON, JR., JOHN; ORVILLE, RICHARD E. Upward lightning flashes characteristics from high-speed videos. JOURNAL OF GEOPHYSICAL RESEARCH-ATMOSPHERES, v. 121, n. 14, p. 8493-8505, JUL 27 2016. Citações Web of Science: 13.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.