Busca avançada
Ano de início
Entree

Investigação neuromolecular e psicofarmacológica do sistema endovaniloide e dos canais TRPV1 do córtex pré-frontal medial na mediação da dor crônica do tipo neuropática

Processo: 14/16720-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2014
Vigência (Término): 31 de agosto de 2016
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Psiquiatria
Pesquisador responsável:Renato Leonardo de Freitas
Beneficiário:Mariana de Oliveira Silva
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/12916-0 - Participação dos circuitos endocanabinóides, glutamatérgicos e endovanilóides do córtex pré-frontal medial no modelo de dor neuropática e da investigação das comorbidades dor crônica e outras desordens neurológicas, AP.JP
Assunto(s):Neuropsicofarmacologia   Córtex pré-frontal   Canais de cátion TRPV   Dor neuropática   Dor crônica   Testes de nocicepção   Modelos animais

Resumo

A dor neuropática (DN) crônica é um dos principais problemas de saúde, onde ela pode afetar mais de 20% dos adultos. Pacientes com DN também são acometidos com problemas como insônia (60%), dificuldade de concentração (36%), depressão (33%) e ansiedade (27%). Além disso, a DN é uma patologia desafiadora em relação ao seu tratamento, necessitando, assim, do uso de modelos experimentais em animais para melhor compreensão de seus mecanismos moleculares e celulares subjacentes, bem como o desenvolvimento de novas estratégias terapêuticas. A proposta do presente trabalho será estudar as bases neurais, moleculares e psicofarmacológicas da DN crônica. O projeto em pesquisa básica com animais propõe investigar o aumento da expressão dos receptores TRPV1 no córtex pré-frontal medial (CPFM) e dos núcleos do sistema endógeno de modulação de dor, tais como substância cinzenta periaquedutal (SCP), núcleo magno da rafe (NMgR) e locus coeruleus (LC), através da aplicação da técnica do Western Blotting, analisando se há aumento da expressão destes receptores já mencionados no 7º, 14º e 21º e no 28º dia após a injúria por constrição crônica do nervo isquiático (CCNI) no modelo animal de dor neuropática (DN) crônica. O teste nociceptivo que será utilizado é o de alodínia mecânica de von Frey, com o qual avaliar-se-á a resposta nociceptiva de animais com DN no 7º, 14º e 21º e no 28º dia após a CCNI. O próximo passo será investigar as bases psicofarmacológicas da DN, avaliando o envolvimento dos sistemas endovaniloide e endocanabinoide, assim como a interação farmacológica entre esses mesmos sistemas farmacológicos no CPFM através do pré-tratamento com antagonistas e agonistas seletivos. Sendo assim, será microinjetado antagonista TRPV1, seguida pela microinjeção de agonista endocanabinoide no CPFM, assim como, o neocórtex será pré-tratado com agonista e antagonistas de canais TRPV1 para avaliar a influência destes tratamentos farmacológicos sobre a alodínia mecânica em um modelo experimental de dor neuropática crônica induzida por constrição crônica do nervo isquiático em ratos Wistar.